0 Compartilhamentos 11 Views

Veja a declaração de amor da Apple ao planeta Terra

O mais recente anúncio do iPhone parece aproveitar o clima do Dia dos Namorados no Brasil, mas é na verdade uma declaração de amor da Apple ao planeta Terra.

O belíssimo comercial combina clipes e imagens tiradas a partir da câmera interna do smartphone e traz uma poética narração do astrônomo Carl Sagan.

Nas palavras eternas de Sagan, todos nós temos uma “responsabilidade para lidar mais gentilmente uns com os outros, e preservar, e florescer, a única casa que nós conhecemos. Não há outro lugar, pelo menos no futuro próximo, para onde nossa espécie poderia migrar”. Enquanto isso, exemplares de nossa fauna e nossa flora passam pelo vídeo e complementam o depoimento, em uma singela homenagem ao meio ambiente:

A mensagem da Apple também pode ser encarada como uma resposta da empresa à decisão recente do presidente dos Estados Unidos Donald Trump de retirar o país dos Acordos de Paris. A grande maioria das empresas de alta tecnologia protestou veementemente contra a decisão e demonstrou preocupação com a ameaça do aquecimento global. O lançamento do anúncio do iPhone poucos dias depois não pode ser encarado somente como uma campanha de marketing.

A escolha do tema reflete a posição da empresa e de Tim Cook sobre a questão. O CEO da Apple afirma que tentou convencer Trump previamente a não recuar do pacto firmado entre quase todos os países do mundo em relação ao meio ambiente. Em um comunicado aberto aos funcionários, Cook posteriormente declarou que “a mudança climática é real e todos nós compartilhamos uma responsabilidade de combatê-la. (…) Nossa missão sempre tem sido deixar o mundo melhor do que quando o encontramos”.

Você pode se interessar

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico
Notícias
Notícias

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

CEO do Facebook "viu" os estragos causados pela passagem de um furacão e anunciou uma parceria com a Cruz Vermelha para ajudar a população.

Polícia Federal não consegue quebrar criptografia de dois documentos de propina
Notícias
27 visualizações
Notícias
27 visualizações

Polícia Federal não consegue quebrar criptografia de dois documentos de propina

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Durante oito dias de ataque ininterrupto de força bruta, foram testadas 810 bilhões de combinações de senha, sem sucesso.

Microsoft mata o Windows Media Player
Notícias
22 visualizações1
Notícias
22 visualizações1

Microsoft mata o Windows Media Player

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Assim como fez com o Paint, programa será removido do Windows 10 na Fall Creators Update e se tornará opcional para usuários.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações