0 Compartilhamentos 11 Views

Software do Siri é nomeado em homenagem ao JARVIS, do Homem de Ferro

27 de abril de 2015

Parece que os engenheiros da Apple usaram um pouco do Homem de Ferro durante a construção de um software para o Siri.

Em um encontro de engenheiros na semana passada, a Apple revelou que os servidores que executam o Siri usam uma versão personalizada do Apache Mesos, um software de código aberto projetado para fazer centros de dados em massa mais eficientes e fáceis de gerenciar.

jarvis

 

 

Basicamente, ele permite que engenheiros façam atualizações em serviços como o Siri como se estivessem trabalhando com um único computador, em vez de milhares de servidores. E adivinha como a Apple nomeou sua versão personalizada do Mesos? JARVIS, como a inteligência artificial dos filmes do Homem de Ferro.

O JARVIS de Tony Stark significa “Just A Rather Very Intelligent System” (em português, “Apenas um sistema muito inteligente”). Já o da Apple substitui “System” (sistema) para “Scheduler” (algo como “agendador”).

Você pode se interessar

Startup catarinense traz mesa interativa para o Dia das Crianças
Notícias
26 visualizações
Notícias
26 visualizações

Startup catarinense traz mesa interativa para o Dia das Crianças

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Tecnologia da PlayTable é aposta para espaços recreativos em lojas, com jogos educativos para a garotada. Confira o vídeo!

Assistente virtual do Facebook Messenger agora entende Português
Notícias
16 visualizações
Notícias
16 visualizações

Assistente virtual do Facebook Messenger agora entende Português

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Sistema de Inteligência Artificial M age discretamente, se adapta ao usuário e só interfere em conversas quando detecta que pode oferecer sugestões,

Microsoft compra por 15 anos toda a energia gerada por fazenda de vento
Notícias
20 visualizações
Notícias
20 visualizações

Microsoft compra por 15 anos toda a energia gerada por fazenda de vento

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Complexo instalado pela General Electric na Irlanda é capaz de gerar 37-megawatt de energia e servirá para impulsionar serviços de computação em nuvem da Microsoft.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico
Notícias
10 visualizações
10 visualizações

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017
Microsoft mata o Windows Media Player
Notícias
23 visualizações1
23 visualizações1

Microsoft mata o Windows Media Player

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017
Western Digital quebra recorde com HD de 14TB
Notícias
44 visualizações
44 visualizações

Western Digital quebra recorde com HD de 14TB

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017