0 Compartilhamentos 11 Views

Oracle corrige 299 vulnerabilidades em seus produtos

A Oracle bateu seu próprio recorde e lançou uma mega-atualização de seus produtos, corrigindo nada menos que 299 vulnerabilidades.

Entre as falhas de segurança está aquela que foi divulgada pelo coletivo hacker Shadow Brokers e supostamente teria sido usado pela NSA para espionar sistemas Solaris.

Para dar conta desse volume de atualizações, a Oracle publicou um único boletim de segurança, com dados detalhados de todos os produtos afetados, incluindo Oracle Database Server, Fusion Middleware, PeopleSoft Enterprise e, claro, o Java. Entretanto, um dos produtos com o maior número de vulnerabilidades corrigidas é o MySQL e o impacto destas falhas de segurança, se permanecerem sem serem atualizadas, é considerado crítico, permitindo que um agente externo hostil assuma o controle de sistemas.

Ao todo, foram corrigidas 39 vulnerabilidades do MySQL, 39 do Oracle Retail e 47 falhas de segurança do Financial Services. O Java, em comparação, teve apenas 8 brechas fechadas pela Oracle nessa atualização. Das 299 correções publicadas pela Oracle, a empresa afirma que pelo menos 100 delas podem ser exploradas remotamente por um invasor.

Das duas falhas de seguranças no Solaris que teriam sido usadas pela NSA no passado, a de codinome EXTREMEPARR foi corrigida agora pela Oracle. A segunda vulnerabilidade, batizada de Ebbshave, não apresenta mais riscos, tendo sido corrigida em atualizações anteriores e não afetaria em hipótese alguma o Solaris 11.

Você pode se interessar

LeBron James encara o desafio dos carros autônomos
Notícias
7 visualizações
Notícias
7 visualizações

LeBron James encara o desafio dos carros autônomos

Carlos L. A. da Silva - 11 de outubro de 2017

Astro do basquete participa de comercial da Intel para quebrar o medo do público dos veículos inteligentes. Confira o vídeo!

Dia das Crianças: Cortana aprendeu a brincar
Notícias
15 visualizações
Notícias
15 visualizações

Dia das Crianças: Cortana aprendeu a brincar

Carlos L. A. da Silva - 11 de outubro de 2017

Assistente pessoal da Microsoft canta músicas infantis e até fala como se fosse criança!

Mark Zuckerberg pede desculpas por gravação em Realidade Virtual
Notícias
13 visualizações
Notícias
13 visualizações

Mark Zuckerberg pede desculpas por gravação em Realidade Virtual

Carlos L. A. da Silva - 11 de outubro de 2017

Filmagem do desastre em Porto Rico repercutiu mal e executivo afirmou que o objetivo era passar empatia, não o contrário.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações