0 Compartilhamentos 27 Views

Mozilla quer reconquistar o mercado de navegadores com o Firefox 57

A Fundação Mozilla já havia dado indícios que o vindouro Firefox 57 seria uma quebra de paradigma em sua linha de navegadores, mas agora está claro: ele está vindo para reconquistar o mercado perdido para o Chrome.

Mudanças s radicais nas entranhas do próximo navegador são apenas a ponta do iceberg de uma nova estratégia adotada pela Fundação Mozilla e revelada para a imprensa.

O Firefox 57 tem previsão de lançamento para 24 de Novembro deste ano, mas já está disponível para testes. Ele representa o trabalho final de um ano inteiro de sua equipe de engenheiros para trazer uma evolução significativa ao modelo de navegadores da Mozilla, e não somente uma pequena atualização para correção de bugs e um punhado de novas e pequenas funcionalidades. Para Chris Beard, Chefe-Executivo da Mozilla, “nós iremos trazer de volta um bocado de pessoas”.

Desde o lançamento do seu maior rival, o Google Chrome, o Mozilla Firefox perdeu a hegemonia da internet, conquistada em uma árdua batalha contra o até então líder Internet Explorer. Triunfar sobre o navegador nativo do sistema operacional mais utilizado do mundo foi um grande feito, mas o navegador do Google veio trazendo funcionalidades e performance que os usuários buscavam. Hoje, o Google Chrome é adotado pela imensa maioria e o Firefox amarga uma posição bem abaixo no mercado.

Chris Beard e seu time de engenheiros querem reverter esse cenário. A principal ferramenta para atingir essa meta é velocidade: o Firefox 57 foi praticamente reescrito do zero para atingir o pico de performance possível, removendo bugs que atrasam o carregamento de páginas e até empregando o poder da GPU disponível no dispositivo para acelerar a exibição da interface e de elementos animados na tela. Cada detalhe dessa versão do navegador foi pensado para trazer agilidade ao usuário.

Outra mudança significativa acontecerá na forma como o navegador lida com as extensões. Todas as extensões que não adotarem a nova API WebExtension simplesmente irão parar de funcionar no navegador, de um jeito ou de outro. É um “apocalipse” já anunciado pela Mozilla, mas que trará estabilidade e velocidade para aqueles desenvolvedores que migrarem suas extensões para o novo modelo.

Mas não será apenas em seus mecanismos internos que o Firefox passará por mudanças. A Fundação Mozilla promete também uma repaginada no visual do navegador. Nick Nguyen, Vice-Presidente da Mozilla para produtos Firefox garante que haverá “uma experiência de usuário moderna e suave, animações fluidas e elementos de interface muito nítidos para todas as resoluções”.

Beard admite que erros foram cometidos: “o Firefox não acompanhou o mercado e o que as pessoas realmente queriam. Muitos fãs hardcore do Firefox são agora felizes usuários do Chrome”. Mas o executivo também avisa: “nós estamos de volta e nós estamos prontos pra luta”.

Você pode se interessar

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1
Vídeos
19 visualizações
Vídeos
19 visualizações

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1

Gabriel Fróes - 9 de outubro de 2017

No último vídeo do canal demos algumas dicas sobre como preparar seu currículo para uma vaga de programador mas esquecemos de uma dica super importante que falaremos nesse vídeo.

Confira os principais trailers da New York Comic Con 2017
Notícias
29 visualizações
Notícias
29 visualizações

Confira os principais trailers da New York Comic Con 2017

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017

Festa dos quadrinhos foi palco de trailers de mega-produções do cinema e séries de TV: Liga da Justiça, The Walking Dead e novo Círculo de Fogo. Confira!

Google teria encontrado indícios de anúncios patrocinados pelo governo russo em sua plataforma
Notícias
9 visualizações
Notícias
9 visualizações

Google teria encontrado indícios de anúncios patrocinados pelo governo russo em sua plataforma

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017

Segundo o jornal The Washington Post, empresa teria começado sua investigação depois de casos similares no Twitter e no Facebook.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Executivo da Microsoft confirma desinteresse no Windows Phone
Notícias
28 visualizações
28 visualizações

Executivo da Microsoft confirma desinteresse no Windows Phone

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017
Elon Musk critica Google Clips
Notícias
50 visualizações
50 visualizações

Elon Musk critica Google Clips

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017
Michel Temer vetou emenda que poderia censurar a internet
Notícias
26 visualizações
26 visualizações

Michel Temer vetou emenda que poderia censurar a internet

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017