Compartilhamentos 0 Views

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico

10 de outubro de 2017

Em 20 de Setembro, um furacão de Categoria 4 devastou Porto Rico e causou o que foi classificada como uma crise humanitária e, nessa segunda-feira, Mark Zuckerberg visitou a região… virtualmente.

O CEO do Facebook “viu” os estragos causados pela passagem de um furacão utilizando a sua própria tecnologia de Realidade Virtual, com a marca da Oculus, e anunciou uma parceria com a Cruz Vermelha para ajudar a população local.

“Teleportando para Porto Rico para debater nossa parceria com a  NetHope e a American Red Cross para restaurar conectividade e reconstruir comunidades”, anunciou o executivo,  que aparece em forma de um avatar animado e sorridente ao lado de ruas inundadas, árvores tombadas e ruínas da passagem do furacão Maria. Confira o vídeo:

A crise na ilha norte-americana tem servido de vitrine para empresas de tecnologia exibirem suas plataformas em uma controversa mistura de solidariedade com exposição de marketing. Elon Musk se comprometeu a restaurar a malha elétrica de Porto Rico utilizando somente painéis solares e o Google prometeu levar acesso a internet de volta ao território usando os balões do Projeto Loom. Enquanto isso, faltam alimentos, remédios, saneamento básico, água potável e combustível para a população, com toda sua infraestrutura afetada pelo furacão.

Zuckerberg tem sido criticado por sua aparição virtual, mas se prontificou a oferecer mapeamento por satélite para contribuir na distribuição da ajuda organizada pela Cruz Vermelha. Além disso, mesmo que seu fundador não tenha colocado os pés em Porto Rico, o Facebook contribuiu diretamente com uma doação de 1.5 milhão de dólares para a recuperação da ilha e enviou funcionários especializados com o objetivo de levantar uma malha de conectividade mínima para sustentar os esforços de reconstrução.

Você pode se interessar

Polícia Federal não consegue quebrar criptografia de dois documentos de propina
Notícias
27 visualizações
Notícias
27 visualizações

Polícia Federal não consegue quebrar criptografia de dois documentos de propina

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Durante oito dias de ataque ininterrupto de força bruta, foram testadas 810 bilhões de combinações de senha, sem sucesso.

Microsoft mata o Windows Media Player
Notícias
22 visualizações1
Notícias
22 visualizações1

Microsoft mata o Windows Media Player

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Assim como fez com o Paint, programa será removido do Windows 10 na Fall Creators Update e se tornará opcional para usuários.

Western Digital quebra recorde com HD de 14TB
Notícias
33 visualizações
Notícias
33 visualizações

Western Digital quebra recorde com HD de 14TB

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Disco rígido hermeticamente fechado e preenchido com gás hélio poderia armazenar quase 3000 filmes com qualidade HD, mas preço ainda não foi divulgado.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações