0 Compartilhamentos 7 Views

Justiça brasileira bloqueia bens do Facebook no país

A Justiça brasileira determinou na semana passada o bloqueio de R$19,5 milhões em bens do Facebook no país para cumprir o pagamento de uma multa milionária.

A medida é o mais novo capítulo da longa briga judicial que já tirou o WhatsApp do ar no passado e provocou a prisão temporária do Vice-Presidente da empresa para a América Latina.

Enquanto os casos anteriores se referiam a uma investigação de tráfico de drogas no estado de Sergipe, desta vez foi a Justiça do Paraná que se indispôs com a empresa americana em decorrência da Operação Quijarro, da Polícia Federal. Na operação deflagrada na quarta-feira passada (29), foram cumpridos 12 mandatos de prisão e 50 mandatos de busca e apreensão em residências e veículos. Mas a Justiça depende de dados do WhatsApp dos traficantes investigados e o Facebook estaria se negando a fornecer as informações.

O valor de quase 20 milhões de reais se refere a multas diárias aplicadas contra os proprietários do aplicativo por não cumprir uma decisão judicial. Como o WhatsApp não tem contas bancárias no Brasil, foram bloqueadas contas pertencentes ao Facebook, empresa proprietária. Ao contrário de impasses anteriores, a Justiça escolheu não suspender o funcionamento do serviço no país, mas aplicar uma sanção financeira para o pagamento das multas.

O delegado Elvis Secco, responsável pela Quijarro, explicou a importância da colaboração dos responsáveis pelo aplicativo: “hoje em dia, os criminosos só conversam por mensagens eletrônicas. O pedido, que é o mesmo da interceptação telefônica, é garantido pela Legislação Brasileira. A recusa da empresa em cumprir a ordem judicial atrapalhou tudo. Sem acesso às mensagens do aplicativo, não conseguimos descobrir o núcleo comprador da droga na Espanha e no Brasil, e também não conseguimos apreender mais cargas e revelar outros membros da organização”.

Oficialmente, o Facebook se recusou a comentar sobre as investigações ou sobre o bloqueio de bens. Entretanto, anteriormente, Jan Koum, CEO do WhatsApp, já teria esclarecido que aquilo que a Justiça está solicitando nesses casos seria impossível de oferecer: “não apenas criptografamos as mensagens de ponta a ponta no WhatsApp para manter as informações das pessoas seguras, também não mantemos o seu histórico de conversas nos nossos servidores”.

 

Você pode se interessar

Microsoft mata o Windows Media Player
Notícias
1 visualizações
Notícias
1 visualizações

Microsoft mata o Windows Media Player

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Assim como fez com o Paint, programa será removido do Windows 10 na Fall Creators Update e se tornará opcional para usuários.

Western Digital quebra recorde com HD de 14TB
Notícias
19 visualizações
Notícias
19 visualizações

Western Digital quebra recorde com HD de 14TB

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Disco rígido hermeticamente fechado e preenchido com gás hélio poderia armazenar quase 3000 filmes com qualidade HD, mas preço ainda não foi divulgado.

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1
Vídeos
39 visualizações
Vídeos
39 visualizações

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1

Gabriel Fróes - 9 de outubro de 2017

No último vídeo do canal demos algumas dicas sobre como preparar seu currículo para uma vaga de programador mas esquecemos de uma dica super importante que falaremos nesse vídeo.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações