0 Compartilhamentos 7 Views

Evernote volta atrás em Política de Privacidade

16 de dezembro de 2016

A voz do povo é a voz de Deus e a Evernote voltou atrás em relação às mudanças em sua Política de Privacidade no final da tarde de ontem.

As novas regras que permitiriam que funcionários da empresa tivessem acesso a anotações de usuários, para fins de calibrar o sistema de aprendizado de máquina, estão permanentemente revogadas.

“Confiança está no coração de nosso serviço. Isso significa que nós precisamos ser transparentes, admitir nossos equívocos e nos comprometer em tornar a experiência do Evernote a melhor que pode ser, desde a forma como o aplicativo funciona ao longo das plataformas até a forma como nós nos comunicamos com as pessoas que usam”, afirmou o CEO Chris O’Neill em uma nova mensagem para a comunidade de usuários.

O Evernote reforçou que as funcionalidades de aprendizado de máquina continuarão ativas no serviço mas “nenhum funcionário irá ler conteúdo de anotações como parte desse processo a menos que o usuário opte por se inscrever”. A decisão reverte a mudança anterior, em que o sistema era ativado por padrão, mas o usuário poderia optar por sair. Agora, ele é desativado por padrão e o usuário pode optar por fazer parte.

Além disso, o Evernote se comprometeu a rever a Política de Privacidade atual, que também levantou questionamentos por parte dos usuários.  Por fim, O’Neill voltou a pedir desculpas pelo incidente: “nós sentimos muito que desapontamos nossos usuários”.

Você pode se interessar

LeBron James encara o desafio dos carros autônomos
Notícias
12 visualizações
Notícias
12 visualizações

LeBron James encara o desafio dos carros autônomos

Carlos L. A. da Silva - 11 de outubro de 2017

Astro do basquete participa de comercial da Intel para quebrar o medo do público dos veículos inteligentes. Confira o vídeo!

Dia das Crianças: Cortana aprendeu a brincar
Notícias
18 visualizações
Notícias
18 visualizações

Dia das Crianças: Cortana aprendeu a brincar

Carlos L. A. da Silva - 11 de outubro de 2017

Assistente pessoal da Microsoft canta músicas infantis e até fala como se fosse criança!

Mark Zuckerberg pede desculpas por gravação em Realidade Virtual
Notícias
15 visualizações
Notícias
15 visualizações

Mark Zuckerberg pede desculpas por gravação em Realidade Virtual

Carlos L. A. da Silva - 11 de outubro de 2017

Filmagem do desastre em Porto Rico repercutiu mal e executivo afirmou que o objetivo era passar empatia, não o contrário.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações