0 Compartilhamentos 15 Views

Campanha #DireitodeIreVir quer impedir aprovação de projeto de lei que pode proibir o Uber no Brasil

Uma campanha nas redes sociais conseguiu unir rivais como o Uber, 99 e Cabify em torno de um único objetivo: barrar a aprovação de um projeto de lei que pode extinguir seus serviços no Brasil.

A hashtag #DireitodeIreVir está sendo utilizada pela empresa e seus usuários para combater o PL 5587/2016, que pode tornar ilegal os serviços de transporte por aplicativo.

O projeto de lei foi apresentado pela primeira vez em Junho do ano passado, de autoria dos deputados Carlos Zarattini (PT-SP), Luiz Carlos Ramos (PTN-RJ), Osmar Serraglio (PMDB-PR), Renata Abreu (PTN-SP), Laudivio Carvalho (SD-MG) e Rôney Nemer (PP-DF). De acordo com o texto da proposta, os atuais serviços de transporte por aplicativo são “clandestinos”, concorrem ilegalmente dentro do “campo restrito ao profissional taxista” e chegariam até mesmo a serem responsáveis por causarem “insegurança aos consumidores”.

Mas, segundo o Uber, “o projeto ignora as centenas de decisões judiciais em todo país que determinaram a inconstitucionalidade da proibição e da imposição de limitações arbitrárias ao transporte individual privado no Brasil”. À empresa norte-americana se juntaram outros serviços similares existentes no país, como a 99, a Cabify e a EasyGo, que também seriam afetadas pela nova legislação e formaram uma aliança informal em torno da campanha #DireitodeIreVir. No entendimento de representantes da 99, “merecemos ter nosso direito de escolha de como se locomover”.

O PL 5587/2016 não depende de aprovação na Câmara dos Deputados, mas apenas de uma votação simples das comissões designadas para analisar sua validade. Entretanto, até o momento, nenhuma das comissões pelas quais passou assumiu essa responsabilidade. Com a pressão do movimento dos taxistas, que chegou a levar seus protestos até Brasília no ano passado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, garantiu que o projeto seria votado até Março deste ano.

Diante de um novo atraso, Maia busca agora garantir a urgência da votação, para que a pauta seja encerrada ainda essa semana. O pedido de urgência está sendo avaliado nessa terça-feira pelos Deputados Federais.

Você pode se interessar

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico
Notícias
Notícias

Mark Zuckerberg usou Realidade Virtual para visitar Porto Rico

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

CEO do Facebook "viu" os estragos causados pela passagem de um furacão e anunciou uma parceria com a Cruz Vermelha para ajudar a população.

Polícia Federal não consegue quebrar criptografia de dois documentos de propina
Notícias
27 visualizações
Notícias
27 visualizações

Polícia Federal não consegue quebrar criptografia de dois documentos de propina

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Durante oito dias de ataque ininterrupto de força bruta, foram testadas 810 bilhões de combinações de senha, sem sucesso.

Microsoft mata o Windows Media Player
Notícias
22 visualizações1
Notícias
22 visualizações1

Microsoft mata o Windows Media Player

Carlos L. A. da Silva - 10 de outubro de 2017

Assim como fez com o Paint, programa será removido do Windows 10 na Fall Creators Update e se tornará opcional para usuários.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações