0 Compartilhamentos 8 Views

Avast alerta: indústria de malware já adota até estratégias de marketing

29 de setembro de 2016

A Avast emitiu um alerta onde aponta que a indústria do malware deixou há bastante tempo de ser um hobby e já é um negócio lucrativo, criado e distribuído por quadrilhas digitais.

A empresa de segurança descobriu que hackers promovem seus serviços em redes sociais, possuem táticas de rebranding e têm até programas de incentivo e marketing de afiliação.

Um exemplo disso são os criminosos que criaram o ransomware Petya e seu irmão mais novo, o Mischa. Seus autores, a organização autodenominada Janus, iniciaram uma estratégia de marketing para promover o uso do seu malware: criaram uma marca e também um programa de incentivo com elevadas recompensas, tornando possível para qualquer iniciante em TI ser capaz de ganhar dinheiro com o cibercrime.

Assim como muitas empresas legais utilizam táticas estratégicas para aumentar a visibilidade da marca, Janus usa seu próprio conjunto de truques para fazer seu malware se destacar dos outros no mercado negro: uma marca, diferenciando-se assim dos concorrentes. Segundo a Avast, “como já existem milhares de cibercriminosos vendendo seu malware no darknet, reforçar a marca é importante para aqueles que querem tornar-se grandes players“.

petya-ransomware

Na primeira versão do Petya, a Janus escolheu o vermelho como a cor para a sua marca: a imagem da caveira aparece nos computadores infectados e a imagem pisca a cada segundo, invertendo as cores. Mas, muitas vezes, as empresas fazem rebranding, a fim de alterar a forma como são vistas e consideradas pelo público. Assim, após a primeira versão do Petya, a Janus parece ter passado por um processo desses, optando pela cor verde em lugar do vermelho, revelou a Avast.

Além disso, a Janus criou um programa de marketing de afiliados para a dupla Petya e Mischa. Como a própria organização criminosa descreve, “foi criada uma interface de web simples, onde os afiliados podem ver as últimas infecções, definir preços de resgate, recriptografar seus programas, gerar endereços de bitcoin e chaves para o sistema de pagamento”. A Avast também descobriu que a Janus tem uma equipe de suporte disponível para responder online a quaisquer perguntas que os afiliados possam ter.

Hoje em dia também não é possível promover adequadamente qualquer marca sem mídia social  e até os cibercriminosos sabem disso. É por isso que a Janus está no Twitter promovendo seus produtos, e também comentando o que especialistas em segurança estão dizendo sobre a dupla Petya e Mischa em conferências.

“O cibercrime agora é semelhante ao tráfico de drogas na vida real. Você não precisa ser um químico para lidar com drogas; você pode se tornar um negociante associado a uma gangue. Como agora você também não precisa saber como escrever código de malware para distribuí-lo. Você pode simplesmente comprá-lo a partir da darknet e negociá-lo” – desabafou Michal Salat, diretor de Inteligência de Ameaças da Avast.

Você pode se interessar

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1
Vídeos
24 visualizações
Vídeos
24 visualizações

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1

Gabriel Fróes - 9 de outubro de 2017

No último vídeo do canal demos algumas dicas sobre como preparar seu currículo para uma vaga de programador mas esquecemos de uma dica super importante que falaremos nesse vídeo.

Confira os principais trailers da New York Comic Con 2017
Notícias
34 visualizações
Notícias
34 visualizações

Confira os principais trailers da New York Comic Con 2017

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017

Festa dos quadrinhos foi palco de trailers de mega-produções do cinema e séries de TV: Liga da Justiça, The Walking Dead e novo Círculo de Fogo. Confira!

Google teria encontrado indícios de anúncios patrocinados pelo governo russo em sua plataforma
Notícias
9 visualizações
Notícias
9 visualizações

Google teria encontrado indícios de anúncios patrocinados pelo governo russo em sua plataforma

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017

Segundo o jornal The Washington Post, empresa teria começado sua investigação depois de casos similares no Twitter e no Facebook.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Executivo da Microsoft confirma desinteresse no Windows Phone
Notícias
29 visualizações
29 visualizações

Executivo da Microsoft confirma desinteresse no Windows Phone

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017
Elon Musk critica Google Clips
Notícias
69 visualizações
69 visualizações

Elon Musk critica Google Clips

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017
Michel Temer vetou emenda que poderia censurar a internet
Notícias
26 visualizações
26 visualizações

Michel Temer vetou emenda que poderia censurar a internet

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017