0 Compartilhamentos 28 Views

5 dicas para se tornar um desenvolvedor de Google Go

19 de fevereiro de 2017

Quando o Índice Tiobe apontou o Google Go como a linguagem de programação de 2016, muita gente foi pega de surpresa.

Google Go foi criada em 2009 e em apenas sete anos subiu ao topo das linguagens mais requisitadas, sendo aplicada no Facebook, no SoundCloud, nos sites oficiais da BBC e do governo do Reino Unido.

Seus autores são três funcionários do Google, Robert Griesemer, Rob Pike e Ken Thompson. Segundo eles, “Go é uma tentativa de combinar a facilidade de programação de uma linguagem interpretada, dinâmica com a a eficiência e a segurança de uma linguagem compilada estática”. Embora esse artigo não tenha a pretensão de ensinar a você como programar em Go, nosso objetivo é apontar a direção certa para mergulhar de cabeça na linguagem.

1) Introdução a Go

google-go-02

O ponto inicial para começar a entender a Go é no próprio site oficial. Lá será possível obter toda a documentação oficial e os binários necessários para se desenvolver com a linguagem. O endereço até mesmo conta com um editor simplificado e alguns exemplos bem práticos para dar os primeiros passos, desde o tradicional “Hello, World” até uma função para calcular o valor de Pi e demonstrar a capacidade da linguagem de lidar com números grandes em processos concorrentes.

Se o inglês não está tão afiado assim, existe um endereço que é praticamente uma réplica do site oficial, mas com quase tudo traduzido para o Português: Golang Brasil. Encarnando o espírito do projeto, o próprio site está em código-aberto disponível no Github e qualquer um pode ajudar a dar manutenção.

Uma outra boa recomendação é fazer essa turnê introdutória da linguagem Go.

2) Cursos Online Econômicos

Quer você seja um autodidata ou não, um bom curso pode ajudar a iniciar sua caminhada em uma nova caminhada, afiar os conhecimentos que você já tem ou mesmo ensinar truques e meandros da linguagem que você não havia percebido. Em muitos casos, nem precisa gastar muito dinheiro:

3) Ferramentas

google-go-03

A ferramenta certa para a tarefa certa é fundamental para se aventurar em uma nova linguagem de programação. Felizmente, a maioria das tradicionais IDEs e editores de texto já contam com plugins ou suporte nativo para lidar com Go:

Além destas opções, existem IDEs que funcionam diretamente na nuvem e oferecem suporte nativo à linguagem Go:

4) Livros Recomendados

google-go-04

Ninguém tem um computador na cabeça e um bom livro sobre uma linguagem de programação pode funcionar tanto como uma fonte inicial de aprendizado, como uma constante fonte de referência. Confira nossa lista de recomendações para Go:

5) Comunidades de Desenvolvedores

Interagir com a comunidade de desenvolvedores que já tem experiência na linguagem ou com outros iniciantes com as mesmas dúvidas e descobertas também é um caminho fundamental para aprender sobre Go, além de uma ótima oportunidade de estabelecer laços profissionais e pessoais duradouros. Confira algumas das melhores comunidades relacionadas a Go na web:

Você pode se interessar

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1
Vídeos
11 visualizações
Vídeos
11 visualizações

DICA EXTRA: Prepare seu Currículo de Programador // Vlog #53.1

Gabriel Fróes - 9 de outubro de 2017

No último vídeo do canal demos algumas dicas sobre como preparar seu currículo para uma vaga de programador mas esquecemos de uma dica super importante que falaremos nesse vídeo.

Confira os principais trailers da New York Comic Con 2017
Notícias
21 visualizações
Notícias
21 visualizações

Confira os principais trailers da New York Comic Con 2017

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017

Festa dos quadrinhos foi palco de trailers de mega-produções do cinema e séries de TV: Liga da Justiça, The Walking Dead e novo Círculo de Fogo. Confira!

Google teria encontrado indícios de anúncios patrocinados pelo governo russo em sua plataforma
Notícias
7 visualizações
Notícias
7 visualizações

Google teria encontrado indícios de anúncios patrocinados pelo governo russo em sua plataforma

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017

Segundo o jornal The Washington Post, empresa teria começado sua investigação depois de casos similares no Twitter e no Facebook.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Executivo da Microsoft confirma desinteresse no Windows Phone
Notícias
24 visualizações
24 visualizações

Executivo da Microsoft confirma desinteresse no Windows Phone

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017
Elon Musk critica Google Clips
Notícias
19 visualizações
19 visualizações

Elon Musk critica Google Clips

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017
Michel Temer vetou emenda que poderia censurar a internet
Notícias
22 visualizações
22 visualizações

Michel Temer vetou emenda que poderia censurar a internet

Carlos L. A. da Silva - 9 de outubro de 2017