Wi-Fi gratuito vira desculpa para pornografia na Índia

Não importa o lugar do mundo, aparentemente pornografia é a o tópico principal da maioria dos acessos à internet. Se for de graça, então, não há limites.

Os resultados de uma pesquisa de logs de acesso na Índia comprova: os indianos estão usando os pontos de Wi-Fi gratuitos no país para pesquisar e visualizar conteúdo pornográfico.

O Google e a operadora local RailTel disponibilizaram pontos gratuitos em 23 estações de trem em diferentes cidades e os resultados, bem, surpreenderam. “Mais do que em qualquer outra estação de trem no país, onde o serviço de Wi-Fi gratuito foi lançado, a estação de trem de Patna está no topo do ranking no país em termos de utilização de busca de internet, particularmente por sites pornográficos”, relatou um representante da RailTel.

Resultados semelhantes foram encontrados em todas as outras 22 estações, embora nenhuma das empresas tenha oferecido detalhes sobre os hábitos de pesquisa dos indianos. A tendência vai ao encontro de uma constatação similar acontecida em Nova York recentemente: a prefeitura descobriu que pontos de Wi-Fi com navegadores embutidos por toque instalados na cidade estavam sendo utilizados majoritariamente para acessar sites pornográficos.

Em Nova York, a prefeitura resolveu suspender a oferta enquanto busca uma solução diante da reclamação de cidadãos que apontaram o uso do serviço por moradores de rua e transeuntes que não se importavam com quem estivesse por perto na hora da navegação, digamos, “mais quente”. Até o momento, não se sabe se o resultado do levantamento na Índia irá afetar a continuidade do serviço.

Queremos saber sua opinião