WhatsApp permitirá pagamentos na Índia

Segundo jornais locais, o WhatsApp está terminando as negociações necessárias para habilitar um sistema de pagamentos através do próprio aplicativo na Índia nos próximos seis meses.

A iniciativa seria fruto de uma parceria com a UPI, um sistema de pagamentos ao longo de vários bancos e sustentado pelo governo indiano.

O objetivo, é claro, é atender um dos maiores mercados mundiais do aplicativo de mensagens no mundo. Ao todo, o WhatsApp conta com 200 milhões de usuários diários no país, mas a empresa não nega nem confirma os rumores. “A Índia é um país importante para o WhatsApp, e nós estamos compreendendo como nós poderemos contribuir mais para a visão de uma Índia Digita. Nós estamos explorando como poderemos trabalhar com empresas que compartilham dessa visão”, declarou a empresa em resposta aos pedidos da imprensa por mais detalhes.

Fontes próximas ao projeto garantem que ele é real e deve sair do papel em breve. Brian Acton, um dos fundadores do WhatsApp, esteve na Índia em Fevereiro para uma reunião com o Ministro da Tecnologia e confirmou na ocasião que a empresa estava estudando a possibilidade de oferecer pagamentos entre indivíduos através do aplicativo, mas afirmou que a ideia estava nos “estágios iniciais”.

Embora o Facebook Messenger já ofereça a opção de pagamentos nos Estados Unidos, o investimento do WhatsApp nesse segmento em um país emergente tem chances de causar um impacto muito mais significativo. O poder de penetração do WhatsApp na Índia é avassalador, alavancado pelo crescimento astronômico do número de smartphones de baixo custo no país, enquanto a utilização de cartões de crédito não é tão expressiva. A introdução de pagamentos no WhatsApp tem o potencial de se tornar um fenômeno em um mercado ainda pouco explorado.

Queremos saber sua opinião