WhatsApp passa a utilizar criptografia para todas as mensagens de todos os usuários

Depois de um ano e meio de implementação, o WhatsApp anunciou nessa terça-feira que habilitou a criptografia de comunicação para todas as mensagens de todos os seus usuários.

A partir de agora, qualquer mensagem, anexo, imagem ou áudio está protegida de interceptação e só pode ser visualizada corretamente pelo emissor e pelo destinatário, independente do dispositivo utilizado.

O processo de migração dos mais de um bilhão de usuários do aplicativo iniciou-se efetivamente no ano passado e só foi concluído agora. Com a iniciativa, o WhatsApp se exime de qualquer responsabilidade do conteúdo trafegado por sua rede. Na prática, nem o próprio WhatsApp conseguiria “grampear” uma transmissão entre dois usuários.

Em um comunicado oficial, a empresa explica que “suas mensagens devem estar somente em suas mãos. É por isso que o WhatsApp não guarda suas mensagens após o envio ter sido feito, e além disso, a criptografia de ponta-a-ponta garante que o WhatsApp ou terceiros não poderão visualizá-las.”.

O processo é irreversível, mesmo que o usuário faça um downgrade de sua versão do aplicativo.E automático: “não é necessário ativar configurações ou estabelecer conversas secretas especiais para garantir a segurança de suas mensagens”, afirma a página especial criada para promover a nova funcionalidade.

A empresa acredita que esse seja o futuro das comunicações online: “embora o WhatsApp esteja entre poucas plataformas de comunicação construídas para oferecer criptografia completa de ponta a ponta ativada por padrão para tudo que você faz, nós esperamos que isso represente definitivamente o futuro das comunicações pessoais”.

Queremos saber sua opinião