Vivo quer utilizar pontos de ônibus e relógios urbanos como antenas de rede móvel

Pontos de ônibus e relógios de rua passarão a funcionar como antenas de telefonia móvel da Vivo em várias cidades brasileiras em um futuro próximo.

A operadora fechou um acordo de uso com a francesa JCDecaux, que administra as instalações, para implementar 6900 antenas em Belo Horizonte, Brasília, São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro.

Nos próximos meses serão instaladas as chamadas small cells em pontos de ônibus, relógios urbanos, totens de publicidade e outras estruturas sob a tutela da JCDecaux. Essas small cells funcionam como antenas que aumentam a força do sinal 4G e 3G e são utilizadas em áreas de grande concentração de usuários. Até então, a Vivo já vinha distribuindo a tecnologia em orelhões, estações de metrô e estádios em São Paulo e no Rio de Janeiro mas a meta agora é ampliar drasticamente a quantidade de antenas disponíveis no Brasil.

relogio-de-rua

“A qualidade e a acessibilidade dos serviços de telecomunicações tornaram-se estratégicas para a conquista e fidelização de clientes, a competitividade das cidades e o desenvolvimento de cidades inteligentes”, declarou Juan Claros, vice-presidente de engenharia e serviços ao cliente da Vivo, sobre a assinatura do acordo com a empresa francesa. Essa aliança deve servir também para abrir caminho para iniciativas similares no futuro, uma vez a JCDecaux irá equipar cada peça com fornecimento de energia elétrica e um medidor final de fibra.

Queremos saber sua opinião