Verizon estaria querendo desconto de um bilhão de dólares na compra do Yahoo

Os escândalos recentes envolvendo o Yahoo podem ter deixado um gosto amargo na boca da Verizon e fontes indicam que a empresa está querendo um desconto de um bilhão de dólares para a compra do gigante da internet.

Segundo o jornal New York Post, a Verizon estaria pressionando por uma redução significativa nos valores já combinados para a compra do Yahoo, mas estaria encontrando resistência.

Tim Armstrong, CEO da AOL, divisão da Verizon que ficará encarregada de comandar o Yahoo após a concretização da aquisição, estaria furioso. Tanto o vazamento maciço de dados de usuários quanto o envolvimento do Yahoo em uma operação de espionagem em larga escala, ambos acontecidos antes do acordo de compra mas só revelados agora, teriam desvalorizado o Yahoo aos olhos do executivo. De acordo com fontes consultadas, Armstrong  teria perguntado até se seria possível anular a compra.

Entretanto, ainda segundo a reportagem do New York Post, a posição do Yahoo é firme: “trato é trato” e não haveria como a Verizon alterar os termos da transação que ainda está em andamento. Armstrong teria se reunido com representantes do Yahoo para encontrar uma solução para o impasse e um desconto alto de um bilhão de dólares dos 4,8 bilhões acordados anteriormente é uma possibilidade que não pode ser descartada.

Ainda que a Verizon tenha reservado um bilhão de dólares para eventuais disputas judiciais envolvendo a aquisição do Yahoo, a empresa está assustada com o nível dos escândalos que surgiram e está com ainda “mais medo do que pode encontrar pela frente”.

Queremos saber sua opinião