Verizon compra o Yahoo

Após muitos rumores e uma longa crise financeira, o Yahoo foi finalmente vendido: todas as suas operações web e produtos passarão a pertencer à Verizon.

Um dos mais antigos gigantes da tecnologia se desvalorizou nos últimos anos e foi vendido por pouco menos de 4,8 bilhões de dólares e será integrado ao AOL a partir do ano que vem.

Recentemente, o acervo mais valioso da empresa que já foi um dos motores de impulso da internet eram ações da Alibaba, Yahoo Japan e patentes, enquanto sua vasta gama de serviços web não apresentava lucro. Com a aquisição, a Verizon passará a controlar todos os produtos de internet, a face mais conhecida da marca, enquanto os acionistas do Yahoo continuarão no controle dos ativos asiáticos e patentes.

O destino de Marissa Mayer na venda é incerto, mas a atual CEO do Yahoo celebrou a entrada da Verizon e a fusão com o AOL: “Yahoo e AOL popularizaram a internet, o e-mail, a busca e a mídia em tempo real. É poético juntar forças ao AOL e a Verizon à medida que entramos nesse novo capítulo focados em atingir escala e mobilidade”. As duas operações web ficarão sob o comando anunciado de Marni Walden, presidente de inovação de produto e novos negócios da Verizon.

Em comunicado oficial, a Verizon comemorou que passará a oferecer “um dos maiores portfólios de marcas globais próprias e de parceiros com extensa capacidade de distribuição” com a compra do Yahoo. A própria AOL passou a fazer parte da família Verizon há pouco mais de um ano, quando foi comprada por 4,4 bilhões de dólares em Maio de 2015.

Queremos saber sua opinião