Usuários do Linux banidos de servidores de Diablo III?

Blizzard está de olho nos 'trapaceiros'!
A desenvolvedora Blizzard baniu todos os usuários de Linux dos servidores do jogo Diablo III. A alegação é que o uso do programa Wine foi considerado como trapaça (cheat) pelo sistema de detecção dos servidores.

A partir da data do banimento, os usuários tiveram suas contas de acesso bloqueadas, impedindo-os de jogar em qualquer plataforma. A Blizzard no momento se recusa a fazer a devolução do dinheiro ou revogar o bloqueio.

Ainda que existam várias contas ativas de usuários do Wine, todos os
jogadores banidos da comunidade Linux estavam utilizando o jogo em
conjunto com o Wine, o que levantou suspeitas. Entretanto, segundo comunicado oficial, a empresa sustenta que promoveu extensivos testes nas contas dos usuários e que apenas jogadores praticando trapaças foram banidos. “Jogar o título no Linux, embora não tenha suporte oficial, não irá provocar o banimento – trapacear sim”, esclarece o comunicado.

Anteriormente, em uma acalorada discussão nos fóruns da desenvolvedora, a Blizzard havia determinado que o Wine é um programa terceirizado e como tal não poderia ser utilizado durante o jogo.

.