UPS revela seu drone de entrega

Não é apenas a Amazon que tem planos para fazer entregas usando drones: a UPS revelou ontem como vai funcionar seu sistema usando aeronaves autônomas.

De acordo com a demonstração, o drone é lançado a partir de um caminhão da empresa, voa de forma independente até o seu destino e depois retorna para o caminhão em outro ponto da rota.

O objetivo da empresa é economizar na chamada “milha final” da entrega, principalmente em áreas pouco povoadas, onde um motorista tradicionalmente precisa percorrer longas distâncias para fazer uma única entrega. Com o modelo de drones, o motorista percorre uma distância menor e as aeronaves completam a entrega. Segundo uma estimativa da UPS, em pleno funcionamento, a estratégia poderia significar uma economia de US$50 milhões ao ano.

Confira o vídeo de como o modelo de entregas poderá funcionar no futuro:

A UPS contratou a empresa Workhorse para construir o drone e a van especial de entrega. Ainda que por fora o veículo pareça muito com um caminhão de entrega convencional da empresa, por dentro ele é adaptado para acomodar os drones e um sistema automatizado de carga e descarga. Ao se aproximar do destino, a parte de cima da van se abre para preparar a decolagem do drone de entrega.

De acordo com o site TechCrunch, a tecnologia ainda está em fase de testes. Embora o vídeo mostre a execução bem-sucedida do processo, um teste diferente teria terminado em falha, com o drone abortando o voo e quase sendo destruído devido a problemas imprevistos. Outro obstáculo, que afeta tanto a solução da UPS quanto as investidas da Amazon está na legislação norte-americana, que proíbe o uso de drones autônomos em áreas povoadas, exigindo o uso de operadores humanos.

Queremos saber sua opinião