Twitter irá demitir 9% de sua força de trabalho novamente

Os rumores se confirmaram: o Twitter acaba de oficializar que irá demitir cerca de 9% de sua força de trabalho em todo o mundo.

Com 3.860 funcionários espalhados em diferentes setores, o anúncio representa uma redução de aproximadamente 350 profissionais e, de acordo com o anúncio, os cortes irão afetar os departamentos de vendas, marketing e parcerias.

A nova rodada de demissões acontece pouco mais de um ano após a decisão anterior do CEO Jack Dorsey de cortar praticamente o mesmo porcentual de seus funcionários. Apesar das constantes mudanças impostas ao funcionamento da rede social e a reestruturação de seus departamentos desde que assumiu o cargo, Dorsey segue encontrando dificuldades para maximizar o faturamento do Twitter. Na verdade, a empresa apresentou um prejuízo acumulado de 103 milhões de dólares, conforme relatado em sua última avaliação trimestral.

Os novos cortes chegam logo após o fracasso das negociações de venda do Twitter. Antes disputado por gigantes como SalesForce, Disney, Google e Microsoft, chegando a apresentar uma valorização na Bolsa de Valores em decorrência dos rumores, a rede social terminou não encontrando compradores. Novos rumores apontam que talvez a Disney tenha recuperado o interesse na compra, mas a possibilidade não parece ter sido forte o suficiente para salvar mais de 300 funcionários que terão seu contrato encerrado.

Queremos saber sua opinião