Trend Micro revela: roteadores domésticos são alvos crescentes de ciberataques

Um levantamento realizado pela empresa de segurança Trend Micro comprova: os roteadores domésticos são um dos alvos mais suscetíveis aos ciberataques.

Recentemente, o governo dos Estados Unidos emitiu um alerta contra modelos da Netgear e foi identificada uma campanha de malvertising que contamina roteadores de diversas marcas.

“Um dispositivo inteligente conectado à Internet, mas sem segurança, pode ser comparado ao ato de convidar alguém curioso — e muitas vezes malicioso — para entrar em sua casa. Colocar bloqueios básicos na porta de entrada não vai resolver o problema. Os hackers irão sempre procurar maneiras de ultrapassar novas barreiras, fazendo com que os roteadores obedeçam às ordens dos cibercriminosos”, alerta a Trend Micro.

A empresa de segurança aponta que roteadores TalkTalke zumbificados para uma botnet foram utilizados para derrubar sites de alto perfil como Netflix, Reddit, Twitter e Airbnb. Em outro caso recente, 900.000 roteadores domésticos fornecidos pela Deutsche Tekekom tiveram seu funcionamento interrompido devido a um ataque da botnet Mirai. O número elevado de eventos de segurança desencadeados recentemente indica que a maioria dos casos envolvia roteadores domésticos controlados por hackers.

malware

Para simplificar a segurança adicional de redes domésticas, a Trend Micro investigou os ataques mais comuns realizados junto a aplicativos frequentemente usados para obter acesso a rede. Uma das conclusões que a pesquisa junto a dispositivos da Internet das Coisas detectou: roteadores podem facilmente ser altamente controláveis.  Entre os países com o maior número de ataques do roteador estão: EUA (cinco vezes mais do que a China), Coreia do Sul, Canadá e Rússia.

“A segurança de redes domésticas é tão importante quanto a segurança do perímetro de uma empresa. Uma rede doméstica vulnerável afeta não só os proprietários, mas também os dispositivos conectados e os dados pessoais armazenados nela”, afirma a Trend Micro.

Apesar dos fabricantes de modelos e de equipamentos originais desempenharem um papel fundamental para manter os roteadores em segurança, a Trend Micro listou abaixo algumas dicas para que os usuários possam reduzir os riscos de ataques aos roteadores domésticos:

  • Usar dispositivos que vão além da facilidade de utilização, mas que contem com segurança e privacidade;
  • Alterar as configurações padrão do dispositivo tais como credenciais de login (ou seja, SSID, nome de usuário e senha do roteador) para torná-los menos suscetíveis ao acesso não autorizado;
  • Criptografar conexões sem fio (Wi-Fi) para impedir intrusos de rede;
  • Habilitar o firewall embutido do roteador;
  • Usar apenas aplicativos legítimos por meio da loja oficial de aplicativos.

Queremos saber sua opinião