Tecnologia permite transformar qualquer superfície em uma interface de toque

Imagine apertar um lugar na sua mesa de trabalho e acionar o seu navegador favorito. Imagine controlar o volume da música no seu carro encostando em dois pontos no volante. Imagine acionar os efeitos de uma guitarra sem pisar na pedaleira, só apertando botões imaginários no corpo do instrumento.

Tudo isso pode ser realizado com uma nova tecnologia que permite transformar qualquer superfície, plana ou não, de qualquer material, em uma interface sensível a toque.

O projeto batizado de Electrick foi desenvolvido por pesquisadores do Future Interfaces Group, da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos. Utilizando um spray de uma substância especial, é possível criar uma camada condutora cujas interações podem ser interpretadas via software. De acordo com seus criadores o processo é simples e barato de implementar e também pode ser utilizado através de impressão 3D ou modelagem, integrando a interface no próprio processo de fabricação dos objetos, ou aplicado depois, como se fosse uma tinta.

Confira o vídeo demonstrativo com algumas das ideias que brotaram no laboratório:

No artigo científico relacionado à pesquisa (PDF), os criadores de Electrick explicam que “as atuais tecnologias de entrada de dados por toque são melhor adequadas para aplicações pequenas e planas, como smartphones, tablets e quiosques. Em geral, elas são muito caras para escalar para largas superfícies, como paredes e móveis, e não podem oferecer entrada de dados em objetos que possuem geometrias irregulares e complexas, como ferramentas e brinquedos”. O projeto da Future Interfaces Group surgiu para suprir essa limitação.

Queremos saber sua opinião