Stephen Hawking lança iniciativa para construção de nanoespaçonave para Alpha Centauri

Alpha Centauri é a estrela mais próxima que existe do Sistema Solar. Com a tecnologia atual, conseguiríamos chegar até ela em 30.000 anos de viagem. Stephen Hawking quer fazer isso em apenas 20 anos.

O projeto batizado de Starshot quer enviar um veículo que cabe na palma da mão para nosso vizinho distante, usando uma nova e revolucionária tecnologia de propulsão.

A iniciativa faz parte de uma fundação bancada pelo bilionário russo Yuri Milner e que conta com a colaboração de outros magnatas, como Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook. Starshot é apenas um dos projetos em andamento pelo grupo, mas certamente o mais ousado. Para viabilizá-lo, foi reunido um time de profissionais e cientistas sem precedentes, passando pelo físico Freeman Dyson até Pete Worden, ex-diretor do centro de pesquisas da NASA, passando por Saul Perlmutter, Nobel de Física em 2011.

starshot

Para atingir Alpha Centauri em apenas 20 anos, a Starshot precisa viajar a uma velocidade próxima a 20% da velocidade da luz, impossível ser alcançada com os motores de propulsão atuais. Por isso, o projeto irá se valer de um recurso que até pouco tempo atrás era exclusivo da ficção-científica: uma vela movida a laser. Como uma caravela das grandes navegações, a nanoespaçonave estenderá uma vela no espaço chamada de Lightsail que irá captar um feixe de laser ultra-concentrado disparado da Terra e que conduzirá o veículo até o seu destino.

A velocidade atingida pela nanoespaçonave será tão absurda que ela será capaz de chegar em Plutão em apenas 3 dias de viagem, contra os 9 anos que a sonda New Horizons demorou recentemente. Equipada com câmeras, equipamento de comunicação e navegação, além de uma fonte de energia capaz de durar 20 anos, a Starshot conseguiria documentar toda sua jornada até Alpha Centauri e inaugurar uma nova era para a exploração espacial.

Para Milner, a tecnologia necessária para tornar a Starshot realidade já existe ou está bem próxima de existir. Coube a Hawking explicar o objetivo da missão: “a Terra é um lugar maravilhoso, mas poderá não durar para sempre. Mais cedo ou mais tarde, nós deveremos olhar para as estrelas. A Starshot é um empolgante primeiro passo”.

Queremos saber sua opinião