Sony vai indenizar usuários do PlayStation 3 pela remoção do suporte ao Linux

Pouca gente talvez ainda se lembre, mas o PlayStation 3 inicialmente oferecia suporte a outros sistemas operacionais, como Linux e FreeBSD, mas a funcionalidade batizada de OtherOS foi removida do console após o lançamento.

A manobra da Sony levou a um processo coletivo em 2010, aberto por usuários que se sentiram prejudicados pela remoção do recurso do PlayStation 3 através de uma atualização de firmware.

Finalmente, após seis anos de disputa acirrada nos tribunais, a Sony está disposta a encerrar o caso com um acordo e pagar uma indenização a todos os usuários supostamente lesados pelo fim do OtherOS. Por enquanto, o valor a ser pago será de US$55 para quem provar que possuía um PlayStation 3 com o suporte ativado e utilizava outro sistema operacional no console na época da remoção. Os demais proprietários de um PS3, mas que não utilizaram o recurso e alegarem que tinham a intenção de usar, serão ressarcidos em US$9.

As quantias podem parecer irrisórias individualmente, mas considerando que cerca de 10 milhões de jogadores possuíam um PlayStation 3 habilitado para OtherOS em 2010, o acordo pode significar um custo significativo para a empresa. Além disso, os advogados encarregados de representar a coletividade dos usuários, serão compensados em 2,25 milhões de dólares como parte do encerramento do processo.

Por enquanto, a Sony concordou com os valores propostos, mas ainda não assinou os termos do acordo. As partes envolvidas devem se reunir para uma audiência conciliatória para os acertos finais em 19 de Julho e um juiz do estado da Califórnia, onde corre o processo, precisa validar o acordo.

Queremos saber sua opinião