Sites falsos de empregos espalham vírus na internet brasileira

Não bastasse o índice de 11,8% de desemprego no Brasil, cibercriminosos estão aproveitando a crise para criar falsos sites de emprego para espalhar vírus na internet brasileira.

A denúncia foi feita pela Kaspersky, que identificou diversos endereços que tentam instalar malware na máquina dos usuários para liberar a visualização de supostas vagas de trabalho, que não existem.

Os hackers chegam a se aproveitar de empresas e marcas famosas, fingindo serem os endereços oficiais de recrutamento de nomes conhecidos no mercado. Ao entrarem nas páginas, os candidatos são instruídos a baixar e instalar um formulário de cadastro que, na verdade, é um Cavalo de Troia programado para monitorar as atividades da vítima no computador e roubar dados importantes como senhas e dados bancários.

“Os sites criados pelos cibercriminosos são quase idênticos aos verdadeiros, mas foram registrados por criminosos para infectar visitantes e muita gente desempregada pode cair no golpe”, alerta Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky. De posse das informações furtadas, os hackers podem executar fraudes bancárias e comprometer ainda mais a situação financeira de suas vítimas.

vaga-falsa

A recomendação da empresa de segurança é que o usuário procure por oportunidades de trabalho em portais conhecidos e de renome ou diretamente nas páginas oficiais das empresas. Devem ser evitados links patrocinados em redes sociais, que não costumam verificar a autenticidade das ofertas, assim como não instalar programas vinculados a sites de emprego. Em condições normais, formulários de cadastro devem ser preenchidos online e não há necessidade de plugins ou programas executáveis para realizar cadastros.

Queremos saber sua opinião