São Paulo ganha centro de treinamento de desenvolvedores do Facebook

O Facebook acaba de inaugurar em São Paulo o seu primeiro centro de treinamento de desenvolvedores da América Latina.

Batizado de “Estação Hack”, o objetivo da iniciativa é reduzir o abismo digital entre jovens carentes e ao mesmo tempo suprir a demanda do mercado por profissionais especializados.

“Imagine a oportunidade”, explicou o Vice-presidente para América Latina do Facebook, Diego Dzodan, “tem gente que hoje não tem emprego, portanto não tem muita capacidade de pagar um treinamento. Por outro lado tem uma demanda por posições que o mercado não vai poder atender”. Para atender esses dois polos a empresa forjou um espaço dedicado ao florescimento de programadores e empreendedores que possam atuar dentro do setor de tecnologia com desenvoltura.

A Estação Hack ocupa uma área de mil metros quadrados na capital paulista, cobrindo um andar inteiro de um edifício na Avenida Paulista, centro financeiro da cidade. Por enquanto, ainda não iniciou suas atividades, mas, a partir de Dezembro, irá oferecer oficinas gratuitas de programação para jovens, cursos de empreendedorismo e planejamento de carreira, além de servir também como celeiro de startups que brotem do projeto.

“Queremos reforçar nosso comprometimento com o Brasil e, por isso, vamos fazer aqui um investimento inédito. Vamos ajudar a formar o jovem brasileiro para algumas das profissões do futuro”, proclamou Dzodan.  A meta inicial é atingir um total de 7.400 bolsas nas áreas de programação, marketing digital e gestão de empresas. Para isso, o Facebook está contando com a parceria com diversas instituições e empresas locais, incluindo o Centro de Empreendedorismo e Negócios da FGV (FGVcenn).

 

Queremos saber sua opinião