Samsung suspende vendas e faz recall do Galaxy Note 7

Após rumores, a Samsung anunciou oficialmente nessa sexta-feira que está suspendendo as vendas do Galaxy Note 7 em todo o mundo e convocando os consumidores que já compraram para substituir o aparelho.

O recall inédito do dispositivo móvel lançado no dia 19 de Agosto em dez países é motivado por múltiplos relatos de explosão da bateria durante a recarga.

Desde o lançamento, a empresa sul-coreana já teria vendido cerca de um milhão de unidades em diferentes mercados, mas confirma incidentes de explosão com apenas 35 aparelhos. Para salvaguardar os consumidores, a Samsung optou por tomar a iniciativa de suspender as vendas e realizar o recall.

Confira o comunicado oficial na íntegra:

A Samsung está comprometida em produzir produtos da mais elevada qualidade e nós tomamos cada relato de de incidentes de nossos valiosos consumidores muito a sério. Em resposta a casos recentemente relatados do novo Galaxy Note7, nós conduzimos uma profunda investigação e encontramos um problema de célula de bateria.

Até essa data (considerada 1º de Setembro) houve 35 casos que foram reportados em todo o mundo e nós estamos atualmente conduzindo uma inspeção rigorosa de nossos fornecedores para identificar as possíveis baterias afetadas no mercado. Entretanto, porque a segurança de nossos consumidores é uma prioridade absoluta para a Samsung, nós suspendemos as vendas do Galaxy Note7.

Para os consumidores que há possuem dispositivos Galaxy Note 7, nós iremos substituir voluntariamente o seu dispositivo atual com um novo nas próximas semanas.

Nós temos ciência do inconveniente que isso pode causar no mercado mas isso é para assegurar que a Samsung continue a entregar produtos da mais elevada qualidade para nossos consumidores. Nós estamos trabalhando em proximidade com nossos parceiros para garantir que a experiência de substituição seja tão conveniente e eficiente quanto possível.

Queremos saber sua opinião