Robô humanoide aceita destruir a raça humana

Um robô de aparência humanoide chamado Sohpia pode ter revelado tudo que pode dar errado na crescente ascensão das máquinas…

Sophia é criação do cientista David Hanson, CEO da Hanson Robotics, e foi apresentada durante a conferência SXSW como um dos mais avançados robôs parecidos com um humano já desenvolvidos.

E não é para menos: Sophia é capaz de reconhecer a fala humana, lembrar de interações anteriores e reproduzir cerca de 60 expressões faciais diferentes para se comunicar. Sua aparência foi construída para lembrar Audrey Hepburn e a esposa de Hanson, também chamada de Sophia.

Mas a apresentação do robô diante das câmeras tomou um rumo estranho depois que o cientista, em tom de brincadeira, perguntou se Sophia desejava “destruir os humanos”. Sem hesitar um segundo, a máquina respondeu: “OK, eu irei destruir os humanos”. A reação do Dr. Hanson indica que essa definitivamente não era a resposta que ele esperava… Confira o vídeo abaixo:

De acordo com o cientista, “nós estamos desenhando esses robôs para servirem nas áreas de cuidados médicos, terapia, educação e aplicações de atendimento ao cliente”, o que explica a necessidade de uma aparência mais humanizada. Através de câmeras instaladas em seus olhos, ela pode reconhecer rostos e olhar diretamente para as pessoas enquanto interage.

Ainda segundo o Dr. Hanson, sua capacidade de memorizar interações a torna capaz de aprender e se tornar mais inteligente. Só falta agora colocar algumas travas éticas no robô. Só por precaução…

Queremos saber sua opinião