Robô chinês quer se juntar a luta entre robôs gigantes

A luta entre robôs gigantes periga se transformar em uma guerra mundial: uma máquina de combate da China manifestou a vontade de disputar o título de campeão.

Com o nome de Monkey King, em homenagem a um personagem milenar do folclore chinês, o robô pode lutar sentado ou sobre quatro patas e promete dar trabalho aos outros desafiantes.

O Monkey King é fabricado pela empresa chinesa Greatmetal  e foi revelado pela primeira vez durante esse final de semana em um evento em Beijing, no Estádio Nacional Ninho do Pássaro. Com uma aparência mais próxima dos clichês de seriados japoneses, o robô tem tudo para não fazer feio diante do Mk.III norte-americano ou do Kurata fabricado no Japão. A empresa norte-americana MegaBots Inc é a responsável pela publicação do vídeo em que apresenta o que pode ser um novo competidor nessa vindoura arena futurista:

A primeira batalha entre robôs gigantes já tem uma data mais ou menos marcada: acontecerá em Agosto desse ano, se não ocorrerem novos atrasos. O robô Mk.III representando os Estados Unidos nesse duelo de titãs deverá enfrentar o Kurata, da japonesa Suidobashi Heavy Industry. O local onde os dois colossos irão se enfrentar ainda não foi divulgado, para evitar possíveis transtornos e atrasos, segundo os organizadores.

De acordo com a MegaBots Inc., dependendo da resposta do público (ou do resultado da primeira luta), o Monkey King pode ser mesmo o novo desafio do vencedor e a Greatmetal se tornar o mais novo integrante da liga mundial de robôs gigantes. A esperança da empresa norte-americana é que os combates se tornem um esporte e uma febre global.

Queremos saber sua opinião