Reviravolta: Google vence processo movido pela Oracle

Vitória para o Android!
Na primeira fase do julgamento do caso Android x Java, os jurados declararam que o Google era culpado de copiar parte do código da Oracle. Mas agora, na segunda fase do julgamento, houve uma reviravolta completa: o júri concluiu com unanimidade que não houve violação de patentes. A terceira fase, que iria avaliar os danos infligidos, foi cancelada.

Segundo declaração do Google, “o veredito do júri hoje de que o Android não infringe patentes da Oracle foi uma vitória não apenas para o Google mas para todo o ecossistema do Android”. Já a Oracle insiste que apresentou provas suficientes de que a versão Java do Android irá fragmentar e prejudicar a linguagem de programação e o princípio de “escreva uma vez, rode em qualquer lugar”.

Segundo analistas, a escolha dos jurados favoreceu o Google. Ao optar por um júri sem base técnica, visando conseguir uma maior objetividade no caso, o resultado acabou sendo uma bancada que ficou confusa em relação ao conceito de patentes e copyright de programas. O Juiz William Alsup declarou que este foi o mais longo caso civil de que participou.

.