reCAPTCHA do Google não irá mais incomodar humanos

Quem nunca se irritou com um sistema de CAPTCHA? Aquelas letras confusas, aquelas charadas com imagens, até mesmo aquele simples clique no “Não sou um robô” já soa como um passo desnecessário para a maioria dos usuários.

Mas agora o reCAPTCHA do Google anunciou que continuará diferenciando robôs de usuários legítimos, mas de agora em diante sem incomodar nós, os humanos verdadeiros.

O Google havia simplificado seu sistema contra bots de spam e outros tipos ao máximo: bastava clicar no checkbox “Não sou um robô”, que o algoritmo era capaz de reconhecer todos os movimentos e padrões de uso antes e logo após o clique para reconhecer um ser humano. Mas agora, o sistema ficou completamente invisível, como em um passe de mágica: o Google apenas explica que passou a utilizar “uma combinação de aprendizado de máquina e técnicas avançadas de análise de risco para se adaptar a novas e emergentes ameaças”.

Detalhes técnicos sobre como o processo ocorre nos bastidores não serão revelados, por razões óbvias, mas o Google preparou um vídeo explicativo para o público leigo:

O novo modelo está sendo implementado em todos os sites que empregam a tecnologia do reCAPTCHA. Mas você muito provavelmente não verá essa mudança. Provavelmente, você não verá nada e nem mesmo dará pela falta do recurso de segurança. A menos que o sistema desconfie de sua humanidade, quando será oferecido um teste tradicional para comprovar que você não é um robô.

Queremos saber sua opinião