Presidente da Anatel desmente posicionamento do Ministro sobre limitação da internet fixa

Em mais uma reviravolta de uma novela que se arrasta desde o ano passado, o Presidente da Anatel, Juarez Quadros desmentiu hoje o conteúdo da entrevista dada ontem pelo Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações.

Segundo Quadros, ele conversou com Gilberto Kassab e o ministro admitiu ter cometido um “equívoco” durante a entrevista dada para um site.

Em outras palavras, fica tudo com antes: as operadoras seguem impedidas de cortar ou reduzir a velocidade do acesso à internet dos usuários que possam ter excedido qualquer tipo de limite de consumo de dados, conforme determinação prévia da Agência Nacional de Telecomunicações. De acordo com Quadros, o assunto, inclusive, está encerrado e não tem previsão de ser revisto no futuro: “não há por parte do Ministério e também da Anatel nenhuma intenção de reabrir a questão”, declarou para o site G1 nessa sexta-feira.

Anteriormente, o Ministro Gilberto Kassab tinha sido taxativo justamente na direção oposta: “não será ilimitado. Vamos ser claros”. E tinha estabelecido que a limitação do consumo entraria em vigor em algum momento a partir do segundo semestre de 2017.

Uma nota oficial divulgada ontem pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações também deixava claro que o governo está mesmo avaliando uma mudança no cenário, ainda que esses estudos “quando finalizados, podem indicar que o melhor modelo é o ilimitado, com isso (sic) governo federal deverá mantê-lo”.

Queremos saber sua opinião