Prefeitura de São Paulo troca frota de veículos por serviços da 99

A Prefeitura de São Paulo fechou um contrato na sexta-feira passada onde se compromete a trocar sua frota de veículos próprios ou alugados pelos serviços sob demanda da 99, antiga 99 Taxis.

Em 2016 houve uma despesa de R$170 milhões para os cofres públicos para transportar 15 mil funcionários e, agora, o uso do aplicativo irá reduzir esse valor para R$50 milhões pelos próximos 12 meses.

A 99 foi escolhida após uma concorrência acirrada com a Cabify, Easy Taxi e as principais cooperativas de taxistas do município. O Uber não participou da licitação. Segundo a Prefeitura de São Paulo, foram contabilizados critérios técnicos para a decisão, como área coberta pelo serviço, velocidade de atendimento e o preço cobrado. Na proposta apresentada pela 99, cada quilômetro rodado custará ao governo somente R$2,46, incluindo as modalidades convencionais, veículos adaptados e até mesmo carros de luxo.

Com a medida, o prefeito João Dória cumpre uma de suas promessas de campanha, quando proclamou, antes mesmo de ser eleito para o cargo, que tinha planos para descartar o uso de uma frota própria no município. O contrato com a 99 já está valendo e poderá ser renovado por mais 12 meses após o término do prazo contratado. Os 2000 carros em operação a serviço da Prefeitura de São Paulo agora serão leiloados ou devolvidos para suas respectivas locadoras, mas não há uma previsão de destino para a verba gerada pela troca.

 

Queremos saber sua opinião