PewDiePie ameaça sair do YouTube

PewDiePie continua sendo o YouTuber mais bem pago do mundo, mas está prestes a romper relações com a plataforma de vídeo e apagar o seu canal.

O sueco chamado Felix Kjellberg alega que está sendo vítima de uma conspiração por parte do YouTube e que seu número de inscritos está caindo.

Em uma série de vídeos, PewDiePie ameaça sair do YouTube e recomeçar do zero. Com 49.791.221 inscritos no seu canal no momento, o sueco garantiu que irá abandonar a plataforma quando esse número chegar a 50 milhões. Ele se diz perseguido pelo Google, por causa dos jogos que escolhe para analisar e por que haveria um interesse dentro do YouTube de promover uma outra pessoa à posição de número um no serviço, “alguém extremamente canceroso”, nas palavras do próprio sueco.

“YouTube está tentando matar o meu canal. Está claro. Está acontecendo se você visualizar meu Analytics. Está tudo caindo. É porque eu tenho inscritos demais, eles estão tentando matar o meu canal. Isso é tudo uma conspiração. O YouTube quer matar meu canal”, reclamou em um de seus vídeos. Então, usando uma lógica confusa, PewDiePie conclui: “a única forma de impedir meu canal de morrer – eu sei que vocês vão pensar que eu estou brincando – mas eu vou apagar o meu canal”.

Apesar das reclamações, PewDiePie foi o YouTuber mais bem pago da plataforma pelo segundo ano consecutivo de acordo com dados coletados pela revista Forbes. O polêmico sueco teria faturado entre Junho de 2015 e Junho de 2016 o equivalente a 15 milhões de dólares, incluindo aí a receita publicitária dos seus vídeos, a renda da publicação de um livro e sua fatia no sistema YouTube Red de assinaturas. O valor representa um crescimento de 20% em relação ao faturamento do período anterior.

Segundo um comunicado oficial do YouTube, é normal que os números de inscritos de um canal caiam de tempos em tempos: “alguns criadores tem expressado preocupações sobre uma queda em seus números de inscritos. Nós fizemos uma extensa revisão e descobrimos que não há nenhuma redução nos números de inscritos dos criadores além do que normalmente acontece quando os usuários param de seguir o canal ou quando o YouTube remove inscritos falsos”.

Queremos saber sua opinião