O que a Apple vai anunciar no dia 7?

Nada é oficial, mas muitos são os rumores sobre o que a Apple reservou para sua audiência e para seus consumidores nessa quarta-feira (7). O que sabemos de concreto? Nada.

Segundo informações coletadas por fontes anônimas e especialistas, é praticamente certo que teremos um iPhone 7 anunciado, mas a Apple também deve trazer algumas pequenas surpresas para o evento.

Reunindo todo os boatos sobre o próximo iPhone (lembre-se que nem o nome “iPhone 7” foi confirmado pela Apple), a impressão que fica é que haverá poucas novidades para o dispositivo. A maior incerteza até agora é se a Apple irá mesmo aposentar ou não a entrada de headphone convencional em favor de razões de hardware. Essa manobra certamente impulsionaria o mercado de fones sem fio e promoveria uma mudança de paradigma significativa em toda a indústria, assim como foi a adoção do USB-C.

Mas seria mesmo essa a única novidade de impacto no novo smartphone? Há quem aponte que a Apple irá investir pesado em câmera. A própria empresa revelou no ano passado que tinha mais de 800 profissionais trabalhando no recurso de fotografia do iPhone e o resultado desse esforço deve ser exibido durante a conferência. Fotos vazadas do que pode ser o dispositivo indicam uma lente maior. Rumores indicam uma câmera no aparelho superior à de muitas máquinas fotográficas dedicadas DSLR existentes no mercado.

Uma câmera melhor também pode ser o pontapé inicial para a Apple entrar com tudo no campo da Realidade Virtual e da Realidade Aumentada, dois segmentos que Tim Cook, CEO da empresa, já insinuou ter interesse em entrevistas. A própria “limpa” que será feita na App Store a partir de quarta-feira pode abrir caminho para aplicativos relacionados a essas novas tecnologias.

Especula-se que o modelo de 16GB do iPhone deve finalmente ser aposentado. O próximo smartphone deverá ser comercializado em versões de 32GB, 128GB e até mesmo  256GB de armazenamento interno. Isso poria fim à zombaria do Google e, certamente, agradaria aos consumidores.

O destino do botão Home também é incerto. Alguns boatos sugerem que a Apple irá abandonar o botão físico em troca de um sensor de toque responsivo similar ao trackpad de outros produtos da empresa. O objetivo nesse caso seria eliminar uma peça propensa a apresentar defeito após o uso constante. Fala-se também de um iPhone à prova d’água, mas esse é um rumor bem antigo e talvez ainda não seja dessa vez que ele se materialize.

Mas nem só de iPhone deverá ser a apresentação da empresa no dia 7. Temas levantados na última WWDCdevem retornar à tona, como o iOS 10, macOS Sierra, tvOS 10, watchOS 3. Uma boa surpresa pode ser o novo MacBook Pro, embora a Apple não deva permitir que o dispositivo roube o show do principal dispositivo da tarde.

 

Queremos saber sua opinião