Nova arma que infectada PCs foi encontrada no Brasil


A empresa de segurança digital, Kaspersky Lab, identificou uma nova modalidade de cibercrime utilizada aqui no Brasil. Está modalidade é um pacote de códigos maliciosos prontos que tem o intuito de automatizar ataques a usuários da web, chamado BlackHole. Este malware é bastante utilizado no leste europeu.

Aqui no Brasil o BlackHole foi encontrado em um recente ataque que queria a distribuição de trojans bancários, para roubar dados de usuários que utilizavam o serviço de internet banking. O pacote explora falhas de segurança em softwares populares e assim conseguem potencializar o número de vítimas e máquinas infectadas, além de ser difícil de detectar.

Os BlackHole usam a curiosidade do usuário contra ele, utilizando temas em links que os usuários queiram clicar e ao fazer isso são direcionados a uma página maliciosa hospedada em um domínio cheia de malwares. A Kaspersky, no entanto, achou um padrão: nos 905 computadores atingidos, em um só dia, o cibercriminoso que usou a isca “Juju Panicat” conseguiu infectar 171 pessoas.

Vale lembrar que famosos são usados a todo o momento para esse tipo de ataque. A própria atriz brasileira Juliana Paes, que faz Gabriela atualmente, foi nomeada uma das famosas mais perigosas da internet. Por isso, ao pesquisar qualquer informação sobre ela ou qualquer outra pessoa é recomendável que se clique apenas em sites conhecidos e confiáveis.

A empresa ainda afirmou que os usuários mais expostos são aqueles que usam o OS Windows XP, acessam a web usando o navegador Internet Explorer e possuem o plugin Java (especialistas recomendam removê-lo). Além disso, Kaspersky sugere manter todos os plugins de navegação atualizados e o anti-vírus também.