Microsoft tranquiliza: prompt de comando não será extinto

Depois de ter assustado os usuários da velha guarda com a possível substituição do prompt de comando do Windows, a Microsoft reiterou que o recurso não será extinto.

Em uma postagem no blog para desenvolvedores da Microsoft, Rich Turner reiterou que o cmd continuará disponível para todos os usuários e é uma parte vital da plataforma Windows.

Em letras garrafais, Turner deixou claro: “O shell do Windows Cmd / Linha de Comando NÃO está sendo removido do Windows nem no futuro próximo nem no distante!”. O desenvolvedor ainda revela que o Cmd é um dos executáveis mais rodados do Windows, com um número de utilizações diárias similar ao do Internet Explorer e do Explorador de Arquivos. Além disso, ele é fundamental para a execução de diversos scripts que fazem parte inseparável do sistema operacional.

A confusão começou com as novas builds do Windows 10 para quem participa dos testes da plataforma, onde o atalho para o Cmd era substituído pelo atalho para o Powershell em determinados menus como solução padrão de linha de comando. No comunicado original da Microsoft, era explicado que o Cmd continuaria acessível por outros caminhos, mas foi o estopim para uma onda de rumores sobre sua aposentadoria.

Mas, apesar de declarar que o Powershell é superior e apresenta muito mais recursos, Turner tranquiliza os programadores e garante: “nada está sendo removido, seus scripts irão continuar a rodar exatamente como eles sempre funcionaram (…) Cmd nos serviu a todos bem por quase 30 anos e irá continuar fazendo isso por um longo tempo que virá”.

Queremos saber sua opinião