Microsoft participa de laboratório de inovação do Banco Central

A Microsoft Brasil se tornou parceira de uma iniciativa do Banco Central do Brasil (BC) para apoio à inovação em fintechs no sistema financeiro.

O BC revelou nessa terça-feira que abriu a possibilidade para que provedores de serviço de nuvem participem do projeto e a Microsoft se dispôs a colaborar fornecendo o ambiente Azure em regime de testes ou provas de conceito.

“Com a plataforma Azure, líder em cloud para empresas e governos no mundo todo, a Microsoft dispõe de um portfólio completo de serviços – de infraestrutura, plataforma e software (Iaas, Paas e SaaS)”, informou a empresa em seu comunicado oficial. Com isso, a empresa “está comprometida em fornecer uma nuvem segura e confiável, com inteligência para combater ameaças e um ecossistema confiável de nuvem com forte proteção contra ameaças de segurança”.

“Grandes transformações estão ocorrendo nos serviços da indústria financeira e a tecnologia é primordial para prover vantagem competitiva aos bancos. Utilizando a plataforma de nuvem da Microsoft, as organizações ganham vantagens tecnológicas e econômicas para seu negócio. Isto é consolidado pelos investimentos da Microsoft em segurança, transparência e conformidades regulatórias que permitem aos bancos inovar com responsabilidade”, declarou Sanjay Jacob, diretor global de nuvem inteligente da Microsoft Corporation.

O número de startups de serviços financeiros vem disparando no Brasil nos últimos anos e o BC está de olho nessa evolução. Desde Junho do ano passado, um grupo de trabalho interdepartamental está avaliando o setor e elaborando estudos sobre o impacto das tecnologias digitais.

Queremos saber sua opinião