Microsoft divulga lista de finalistas da etapa brasileira do Imagine Cup 2017

A Microsoft divulgou hoje a lista dos 15 finalistas da etapa brasileira do Imagine Cup 2017, a “Copa do Mundo” de programação e desenvolvimento organizada há 15 anos pela empresa.

Os projetos criados por universitários e empreendedores do Brasil inteiro serão agora analisados por uma comissão julgadora e disputarão a chance de  viajar para Seattle para concorrer na grande final mundial.

O Brasil apresentou um volume de 199 projetos inscritos esse ano, acima da média mundial. Foram selecionados para a final nacional trabalhos representando 7 estados diferentes, de várias regiões do país. Segundo a Microsoft, os brasileiros tem um bom histórico na Imagine Cup, com nove equipes premiadas ao longo das últimas 14 competições e a expectativa da torcida é sempre de ver um time nacional subindo ao palco na etapa final, nos Estados Unidos.

Confira a lista dos finalistas brasileiros:

SapiEns – UFRS (RS): App que ajuda a otimizar o consumo de energia elétrica por meio de avisos instalados em dispositivos conectados à Internet. Alerta os usuários quando há luz acesa em cômodo vazio.

Team Bridge – USP (USP): Game para dar suporte ao tratamento de fisioterapia de pessoas com limitações motoras graves. Pretende melhorar movimentos, cognição e vocabulário dos pacientes.

Vibeye – UFC (CE): App para ajudar pessoas com deficiências visuais a se locomoverem, diminuindo o risco de acidentes. Um dispositivo e uma pulseira emitem informações do trajeto para o usuário.

UpFish – Unicamp + UFABC (SP): Para tentar ampliar a oferta de alimentos, software monitora a produção de pescado em sistemas de aquicultura. Os produtores abastecem o sistema com dados variados.

BubuDigital – IF Paraíba (PB): Fabrica uma chupeta que monitora a saúde de bebês por meio de sensores de temperatura e umidade.

Dreampper – Unitau (SP): Rede social que segmenta os públicos de acordo com os interesses de conteúdo, eliminando repetições de informações. Pretende criar espaços qualificados para anunciantes.

Appoint – PUC MG (MG): Plataforma que conecta clientes com serviços de entretenimento que exigem agendamento antecipado, por exemplo teatro, campos de futebol, paintball e cinemas.

Crown Brawl – IFPI (PI): Jogo 3D que se passa na Idade Média, no qual desafiantes disputam entre si em batalhas no formato de arenas. Personagens seguem mapas de acordo com características pessoais.

Ensina.aí – UFPE (PE): Serviço de ensino à distância para alunos com baixo poder aquisitivo. Conecta professores voluntários com estudantes de escolas públicas.

M.O.A.C.I. – UNIFOR (CE): Gadget que monitora o consumo caseiro de energia elétrica e alerta a quantidade de consumo atingida através de apps web e mobile.

Apollo – Unicamp (SP): Aplicativo para pessoas que querem aprender a cozinhar com o auxílio de uma assistente pessoal, sem precisar manusear o celular enquanto prepara a refeição.

Cod.cad – Faculdade Farias Brito (CE): Plataforma online gratuita de ensino de programação competitiva. O objetivo é qualificar o ensino básico brasileiro, sendo uma ferramenta acessível de estudo.

Colec.te – UFPE (PE): Separador de lixo automático que funciona com sensores que detectam os diferentes tipos de materiais recicláveis, usando recursos como reconhecimento facial e IoT.

Mete a colher  – UFPE (PE): Aplicativo que ajuda mulheres a saírem de relacionamentos abusivos. Oferece espaço para conversas, apoio jurídico e dicas de inserção no mercado de trabalho.

TeamEZCare – USP (SP): App de gerenciamento de atividades de idosos, que oferece monitoramento aos usuários, com alertas para áreas de risco, casos de quedas, entre outras funções.

Queremos saber sua opinião