Loja online cobra taxa especial para usuários do IE7

Internet Explorer 7 com os dias contados
A loja online australiana Kogan cansou de arcar com os custos elevados de manutenção do site para oferecer compatibilidade com o Internet Explorer 7. A partir de agora, os visitantes que utilizarem o navegador de seis anos atrás serão obrigados a pagar uma taxa de 6,8% sobre o valor de suas compras no site.

A versão atual do navegador da Microsoft já é a 9 e o Internet Explorer 10 deve aparecer ainda este ano. Mas versões antigas do programa demoram anos para desaparecer. O Internet Explorer 6, com todos os seus problemas de compatibilidade, só foi dado como morto recentemente.

O próprio fundador da loja virtual, Ruslan Kogan, sugere que seus clientes utilizem outros navegadores, como Chrome, Firefox, Safari ou Opera, mas não recomenda o IE9. Visitantes que insistirem em usar o navegador defasado visualizarão uma mensagem explicando a cobrança extra.

Segundo Kogan, a loja consegue oferecer preços competitivos ao utilizar tecnologia otimizada mas seu time de internet perde um tempo excessivo para manter o site funcionando com o Internet Explorer 7. “Não está apenas nos custando uma cifra grande, está afetando qualquer negócio com uma presença online, e custando milhões à economia da internet”, declarou.

.