Linux completa 25 anos

Nessa quinta-feira, o Linux completa 25 anos, desde aquela já lendária mensagem de Linus Torvalds apresentando o sistema operacional para a comunidade, pedindo ajuda ainda em seus estágios iniciais.

Em 25 de Agosto de 1991, Torvalds escrevia no BBS de Minix comp.os.minix sobre o Linux: “é apenas um hobby, não vai ser grande e profissional como o gnu”.

E quem iria imaginar que 25 anos depois o sistema teria o alcance que teria, que faria as pazes com a Microsoft e veria até mesmo seu shell Bash rodando oficialmente em um sistema da sua maior rival? Linux hoje é muito maior e muito mais profissional que seu criador jamais imaginou. A mesma internet que Torvalds usou para pedir opinião e ajuda, hoje é sustentada em grande parte pelo Linux e sua infraestrutura. Data centers, supercomputadores, serviços de Bolsa de Valores, o sistema móvel mais popular do mundo, todos devem muito àquele hobby.

Linus Torvalds, cerca de 1991

Linus Torvalds, cerca de 1991

Eu estou fazendo um sistema operacional (é apenas um hobby, não vai ser grande e profissional como o gnu) para clones AT do 386(486). Isso vem fermentando desde Abril, e está começando a ficar pronto. Eu gostaria de algum feedback em coisas que as pessoas gostam/não gostam no minix, já que meu OS lembre ele um pouco (mesmo layout físico do sistema de arquivos (por razões práticas) entre outras coisas)

E eles atenderam ao chamado. E formaram uma das maiores e mais simpáticas comunidades de desenvolvedores do mundo da tecnologia, de espírito aberto e livre, quase loucos sonhadores que ousavam em oferecer um sistema operacional aberto em um ecossistema que insistia em soluções proprietárias. A persistência rendeu frutos, enquanto muitos esperavam o tal Ano do Linux, em que o sistema tomaria de assalto os desktops, ele acabou tomando de assalto servidores e dispositivos móveis e o Ano do Linux acabou sendo todo ano, nosso dia a dia e uma realidade tão inescapável que hoje até a Microsoft se rende e sela as pazes com o pinguim.

linus-torvalds-wiredAqueles voluntários abnegados conquistaram seu lugar no mercado e se tornaram desenvolvedores que valem ouro. Segundo dados da própria Linux Foundation, o número de contribuições não-pagas à plataforma está em evidente declínio: estava em modestos 14.6% em 2012, quando a fundação começou a publicar relatórios periódicos, e agora está em ainda mais modestos 7.7%. Isso não significa que a comunidade encolheu. Muito pelo contrário. Desde que o projeto entrou no Git em 2005, mais de 13.500 desenvolvedores de 1.300 empresas diferentes ainda ouviram o chamado de Linus Torvalds, décadas depois e deram sua contribuição para o kernel do Linux.

Aos 25 anos, o sonho está vivo.

E atualizado a uma velocidade de 7.8 patches por hora.

Queremos saber sua opinião