Justiça dos EUA investiga publicidade online da Google

Sede da Google
A Google está sob investigação do Departamento de Justiça dos Estados Unidos por causa de seu programa de publicidade e até reservou 500 milhões de dólares em seu balanço para um potencial acordo, admitiu a empresa em um documento apresentado a autoridades reguladoras dos EUA na terça-feira (10/5).

Como conseqüência, a empresa também revisou seu lucro líquido do primeiro trimestre para 1,8 bilhão de dólares, em vez dos 2,3 bilhões anunciados no mês passado.

Em seu relatório trimestral apresentado à SEC (espécie de Comissão de Valores Mobiliários americana), a Google afirmou que, em maio, debitou 500 milhões do período fiscal encerrado em 31 de março de 2011 por causa de “uma potencial solução de uma investigação conduzida pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos sobre o uso da publicidade da Google por certos anunciantes”.

Embora não se possa prever o desfecho do embate, a Google disse acreditar que o caso não terá efeito negativo em seus negócios, na sua posição financeira consolidada, nos resultados das operações ou no fluxo de caixa.

A Google recusou-se a comentar sob a justificativa de que se trata de uma questão sob disputa legal. A empresa já atualizou os resultados do primeiro trimestre no comunicado à imprensa divulgado em seu site.

A investigação pelo Departamento de Justiça é uma das muitas que a empresa enfrenta pelo mundo. Na terça-feira, representantes da empresa testemunharam perante o Comitê Judicial do Senado americano sobre a questão da privacidade móvel, em resposta à recente revelação de que Google e Apple têm coletado dados de localização dos usuários por meio dos smartphones Android e iPhone sem permissão

Com informações de IDG Now.