Herói que freou o WannaCrypt é recompensado… com pizzas!

O pesquisador de segurança britânico de 22 anos que conseguiu frear a propagação do WannaCrypt no Sábado ganhou duas recompensas essa semana.

Atendendo apenas pela alcunha de MalwareTech e querendo preservar sua privacidade, o especialista autodidata revela que recebeu uma grande soma em dinheiro e um ano de pizza grátis.

Durante o ápice da infecção do ransomware WannaCrypt, ele conta que passou 48 horas acordado, investigando com a ajuda da comunidade de segurança, as formas de contaminação empregadas pelo vírus. No código-fonte da ameaça, havia um link de conexão para um servidor de comando, para receber novas instruções ou baixar novos módulos. Mas MalwareTech percebeu que o domínio não havia sido registrado e tomou a iniciativa de registrá-lo para si, interrompendo o funcionamento de componentes importantes do malware.

Desde então, o WannaCrypt foi modificado para não depender mais do endereço, mas a fama de herói alcançou MalwareTech e os outros especialistas são unânimes em afirmar que sua ação realmente ajudou a evitar um estrago maior causado pelo ransomware.

Tabloides ingleses descobriram sua verdadeira identidade e seu endereço, o que pode causar consequências imprevisíveis no futuro, mas nem só de sensacionalismo e ingratidão é feito o mundo. MalwareTech também recebeu um prêmio no valor de US$10.000 (cerca de R$31 mil) da Hacker One, uma entidade de identificação de bugs e falhas de segurança. Como todo bom herói, o jovem britânico declarou que irá gastar o dinheiro para ajudar organizações beneficentes e para financiar livros de segurança digital para estudantes de baixa renda.

E a franquia de pizzarias JustEat contemplou o hacker do bem com um ano de pizza grátis. Em suas conta no Twitter, MalwareTech sempre comenta que programa ou pesquisa comendo pizzas e a cadeia aproveitou a oportunidade para oferecer uma recompensa que ele certamente não irá dividir com ninguém.

Queremos saber sua opinião