Google pode ser multado em 9 bilhões de dólares na Europa

O Google pode estar prestes a sofrer uma multa bilionário: nada menos que 9 bilhões de dólares por práticas anti-competitivas.

Seria o desdobramento final de um caso que se arrasta desde 2010, quando o mecanismo de busca foi acusado de privilegiar resultados a seu favor e agora a Comissão Europeia está determinada a aplicar a multa equivalente a 10% do seu faturamento global.

O pivô dessa briga judicial seria a plataforma Google Shopping, que teria sido beneficiada em buscas por produtos e se tornou alvo de investigações, tanto nos Estados Unidos quanto na União Europeia. O Google já tentou três vezes contestar as acusações frente à corte europeia, mas não obteve sucesso até agora, assim como não conseguiu um acordo. Segundo a agência de notícias Reuters, o Google não tem mais condições de prolongar a disputa e a Comissão Europeia estaria prestes a emitir sua decisão final, ainda em Agosto deste ano.

Além da multa bilionária, o Google também precisaria se submeter à regulação da entidade que protege os interesses comerciais dos países integrantes da União Europeia e interromper as práticas que caracterizariam uma estratégia contra competidores. Com o resultado da disputa, o Google seria forçado a dar tratamento igual para empresas rivais nos resultados de busca, como Amazon ou eBay, sem favorecer sua própria plataforma Google Shopping.

A mesma acusação foi resolvida em 2013 nos Estados Unidos, entre o Google e a Federal Trade Commission (FTC), órgão da administração norte-americana que regula as atividades comerciais. Na ocasião, o FTC apenas determinou que o Google parasse de coletar descrições e análises de produtos de rivais para utilizar em produtos similares oferecidos através do Google Shopping.

Queremos saber sua opinião