Google muda as regras do AdSense

Quem já teve seu site inteiro removido do AdSense por uma violação da política de uso cuja explicação não explicava nada, tem motivos para comemorar agora.

O Google mudou as regras de sua plataforma de publicidade e, daqui para frente, ficará muito mais fácil para os webmasters administrarem problemas desse tipo, com resultados menos drásticos.

A primeira alteração, já ativada no AdSense é que o sistema poderá remover a publicação de anúncios em páginas individuais em caso de conflito com as regras de uso. Pela abordagem anterior, se uma única página violasse algum critério da política de uso, o domínio inteiro estava suspenso do programa de publicidade até que seu proprietário resolvesse a condição. A partir de agora, a suspensão acontece a nível de páginas.

“Na medida em que nós implementamos uma política de ação a nível de página como o novo padrão para violações de conteúdo, nós seremos capazes de interromper a exibição de anúncios em páginas selecionadas, enquanto permitiremos anúncios em todo o resto do site com bom conteúdo”, esclareceu Scott Spencer, diretor de anúncios sustentáveis da plataforma. Mas ele também alerta: “nós ainda utilizaremos ações a nível de site, mas somente quando necessário. E quando for necessário, como no caso de violações gritantes persistentes, nós iremos cancelar a conta”.

Mas, como proceder para reverter uma suspensão? Antigamente, a orientação do Google era vaga e deixava espaço para dúvidas. Para resolver isso, a segunda grande mudança no AdSense está chegando nas próximas semanas: um Centro de Políticas focado em explicar aos webmasters como funcionam as políticas de uso da plataforma e fornecer uma forma de correção rápida para conflitos que surgirem. O novo recurso irá conter a lista de violações praticadas, onde elas ocorrem e até um passo a passo para como resolver o problema e voltar a exibir anúncios.

Queremos saber sua opinião