Google já estuda como inserir publicidade na Realidade Virtual

Era inevitável que mais cedo ou mais tarde a publicidade buscasse um novo horizonte na Realidade Virtual e a incubadora de projetos do Google Area 120 já parece saber como fazer isso acontecer.

Por enquanto é apenas um protótipo, mas o conceito funciona como um cubo interativo de propagandas, que precisa da interação do usuário para exibir os anúncios dentro de um ambiente de 360º.

“Desenvolvedores e usuários nos disseram que eles gostariam de evitar experiências disruptivas, difíceis de implementar em Realidade Virtual. Então, nossa primeira ideia para um potencial formato representa um cubo para os usuários, com a opção de engajamento com ele e então assistir a um vídeo. Ao tocar no cubo ou encará-lo por alguns segundos, o cubo abre um tocador de vídeo onde o usuário pode assistir e então facilmente fechar o vídeo”, explicam os desenvolvedores envolvidos no projeto. Confira como funciona:

O projeto nasceu de uma necessidade dos próprios produtores de conteúdo para Realidade Virtual que manifestaram o desejo de mais uma via de monetização para seu trabalho. Assim como aconteceu com jornais, rádio, televisão e a própria internet, era apenas uma questão de tempo até a publicidade se tornar uma mola motriz do meio. A proposta do Google é tentar minimizar seu impacto na experiência do usuário e evitar o caos que se tornou a presença de anúncios na web nos últimos anos.

“Nosso time na Area 120 tem visto alguns resultados encorajadores com alguns parceiros de teste e adoraria trabalhar com a comunidade de desenvolvedores na medida em que o trabalho evolui”, anunciou o Google. A iniciativa já possui um SDK experimental aberto para os desenvolvedores que se interessarem em se cadastrar e válido para os ecossistemas do Cardboard (Android e iOS), Daydream e Samsung Gear VR.

Queremos saber sua opinião