Google ARCore é nova estratégia da empresa para a Realidade Aumentada

Era claro que o Google não iria ficar parado depois da revelação do ARKit da Apple e hoje a empresa apresentou o ARCore, sua nova estratégia para a evolução da Realidade Aumentada.

O objetivo do Google é o mesmo da rival: popularizar a tecnologia com um kit de desenvolvimento que permita levar o recurso para o maior número possível de dispositivos móveis.

“Com mais de dois bilhões de dispositivos ativos, o Android é a mais larga plataforma móvel do mundo”, proclama o Google no comunicado oficial do ARCore, já estabelecendo de imediato qual é a maior vantagem de sua tecnologia sobre o ARKit. Entretanto, embora o novo conjunto de ferramentas seja a evolução do Projeto Tango, antes restrito a um número limitadíssimo de aparelhos com suporte, o ARCore continua fora do alcance para muitos usuários e seu uso segue exclusivo para smartphones Pixel com Android Oreo e alguns aparelhos Samsung com o Android Nougat.

Mas o Google está de olho no futuro, em habilitar o acesso à Realidade Aumentada em alguns dispositivos do presente e em todos do futuro, sem a necessidade de aquisição de hardware adicional ou componentes. A meta da empresa é alcançar 100 milhões de aparelhos compatíveis até o final desta fase inicial do ARCore.

Confira como funciona a tecnologia da Realidade Aumentada do Google:

De acordo com o Google, o ARCore se integra com facilidade com Java/OpenGL, Unity e Unreal, o que deve atrair desenvolvedores de jogos e experiências em Realidade Virtual. O kit de desenvolvimento está focado em solucionar três desafios essenciais da tecnologia: percepção de movimento, compreensão do ambiente e detecção de luz para assegurar uma perfeita mistura entre elementos do mundo real e objetos e eventos inseridos digitalmente.

Queremos saber sua opinião