Gmail não vai mais varrer seus emails para customizar anúncios

Depois de anos de controvérsia, o Google anunciou na sexta-feira que o Gmail irá parar de varrer os emails dos usuários para customizar anúncios em sua plataforma publicitária.

A partir de agora, o Google irá utilizar somente as outras informações que já coleta do usuário para publicar anúncios considerados relevantes, seguindo as diretrizes configuradas pelo próprio usuário em sua conta Google.

No ápice do debate sobre privacidade, o Google explicou que “nenhum membro de nossas equipes lê seus e-mails ou informações a fim de mostrar anúncios relacionados a eles. Um algoritmo automatizado, semelhante ao usado para definir as mensagens na Caixa de Prioridades ou filtrar spams, determina quais anúncios serão exibidos”. A prática agora será extinta para fins publicitários: a medida vai igualar a estratégia adotada na versão gratuita da plataforma de email com as práticas da versão corporativa paga, o G Suite.

Entretanto, isso não significa que os algoritmos irão parar de analisar em definitivo os emails enviados ou recebidos pelos usuários de qualquer uma das duas versões da plataforma. Seja para bloqueio de spam e filtro de mensagem, seja para habilitar a função de Respostas Inteligentes do Gmail, o Google seguirá fazendo uma varredura no conteúdo textual de cada mensagem, de forma automatizada.

Queremos saber sua opinião