Firefox 54 corrige 32 falhas de segurança

A Mozilla lançou na semana passada a versão 54 do navegador Firefox, que corrige um total de 32 falhas de segurança, uma delas considerada crítica.

A nova versão também implementa melhorias que prometem ganhos de até 30% de velocidade, sem aumento no consumo de memória.

A vulnerabilidade mais crítica,  CVE-2017-5472, foi detectada por um pesquisador de segurança e comunicada à Mozilla, que corrigiu o bug que poderia levar a um travamento do navegador que poderia ser utilizado como um vetor de ataque. Outras falhas também poderiam causar travamentos em condições bastante específicas e serem empregadas com propósitos maliciosos. Outra das vulnerabilidades consertadas na atualização mais recente do Firefox afetava somente a versão para Android do programa.

A recomendação é que os usuários atualizem o navegador para a versão 54 imediatamente, embora não haja registro de ações criminosas que explorem qualquer uma das 32 falhas de segurança corrigidas.

De acordo com a Mozilla, quem migrar para o Firefox 54 perceberá também um ganho de performance significativo. O navegador passa a dividir seu funcionamento em até quatro processos separados, aproveitando a arquitetura de múltiplos núcleos de processadores modernos e gerenciando abas ao longo desses processos. O sistema, batizado de Electrolysis (E10S), estava em testes desde o Firefox 48 e agora passa a ser adotado para todos os usuários.

Queremos saber sua opinião