Facebook quer educar usuários sobre como identificar notícias falsas

O Facebook revelou essa semana uma nova ferramenta para combater a proliferação das notícias falsas na rede social: informação.

Os usuários passarão a ver uma caixa no topo da Feed de Notícias que visa orientar as pessoas sobre os riscos da desinformação e dá dicas para reconhecer boatos ou fontes duvidosas.

“Sabemos que as pessoas querem ver informações precisas no Facebook – e nós também. Notícias falsas e rumores são nocivos para a nossa comunidade e tornam o mundo um lugar menos informado. Todos temos a responsabilidade de conter a disseminação de notícias falsas”, afirma a empresa. A iniciativa para orientar os usuários a participarem desse mutirão contra a epidemia da Pós-Verdade está sendo implementada em 14 países, incluindo o Brasil.

Ao clicar na caixa de mensagem, os usuários serão transportados para uma página especial que explica o que são notícias falsas, como se propagam e como podem ser identificadas em 10 passos simples, com recomendações como conferir a fonte da postagem, procurar mais informações sobre o mesmo assunto, verificar se não se trata de algum tipo de piada ou usar o senso crítico. Há espaço também para orientar o usuário sobre os procedimentos para reportar uma mensagem para o Facebook, para ser avaliada sua idoneidade.

“O Feed de Notícias é um lugar para comunicação autêntica. Melhorar o discernimento das pessoas sobre as notícias que elas consomem é uma prioridade global, e nós temos que fazer a nossa parte para que as pessoas tenham as informações que precisam para decidir em quais fontes elas confiam”, conclui o Facebook.

Queremos saber sua opinião