Facebook irá verificar fatos em notícias falsas através de parceiros

A culpa pode até não ser deles, mas com os holofotes apontados para a maior rede social do mundo, alguma coisa tinha que ser feita: e agora o Facebook anunciou que irá verificar os fatos nas chamadas notícias falsas.

Para completar essa tarefa árdua, o Facebook irá contar com a parceria de sites especializados em desmentir boatos e correr atrás da verdade: Snopes, Politifact, ABC News FactCheck.org.

Todos esses serviços fazem parte da Poynter International Fact Checking Network, uma rede dedicada a checar os fatos e cujos membros seguem princípios rigorosos de investigação. O Facebook revelou também que outros deverão se juntar nessa aliança em breve, para reforçar o sistema de identificação de notícias falsas, conteúdo ilegítimo ou distorcido. Postagens suspeitas passarão a ser marcadas como questionáveis dentro da rede social.

Além dos recursos dos parceiros, o Facebook também irá empregar ferramentas de denúncias utilizadas pelos usuários e algoritmos para identificar comportamentos que indiquem uma notícia falsa, como uma postagem publicada e depois apagada, ou postagens com muitos comentários afirmando que ela é falsa, por exemplo. Antes de ser marcado como suspeito, o conteúdo será analisado por moderadores humanos e poderá ser linkado para um endereço na web que desmente suas informações ou prova a fraude.

Se um usuário desejar compartilhar um conteúdo identificado pelo sistema como possivelmente falso, ele receberá um alerta na tela, mas a decisão final de compartilhar ou não continuará nas mãos do próprio usuário. Mas esse tipo de postagem não poderá ser promovida através de publicidade e terá prioridade baixa de exibição na linha do tempo.

 

Queremos saber sua opinião